quinta-feira , 14 dezembro 2017
Home / Destaque da capa / Temer:”O Brasil não parou, o Brasil não vai parar”
Em pronunciamento nas redes sociais, Michel Temer afirmou que os bons resultados da economia animam e incentivam o governo federal a continuar o trabalho da retomada da economia/Foto: Marcos Corrêa-PR

Temer:”O Brasil não parou, o Brasil não vai parar”

Presidente afirmou que os bons resultados da economia animam e incentivam o governo federal a continuar o trabalho da retomada da economia

Em pronunciamento nas redes sociais, o presidente da República, Michel Temer, afirmou que os bons resultados da economia animam e incentivam o governo federal a continuar o trabalho da retomada da economia. “O Brasil não parou, o Brasil não vai parar”, disse.

“Os bons resultados nos animam e nos incentivam ainda mais. E podem confiar: vamos continuar trabalhando para construir uma economia forte e próspera para todos. Mãos à obra”, disse.

Na visão do presidente, os índices mostram a recuperação econômica. Saldo positivo de 35 mil vagas de emprego em julho, safra recorde e inflação sob controle são os principais pontos vistos por Temer como sinais de que o Brasil está no caminho correto.

Outra novidade foi a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em que a safra deste ano será 31% maior do que em 2016, com a marca de 242 milhões de toneladas de grãos produzidos.

Diante disso, Temer afirmou que, com a produção crescendo e inflação baixa, o dinheiro da população vale mais. “Com a inflação controlada, os juros do comércio e dos bancos também caem, e isso significa mais crédito, mais consumo e mais emprego.”

O presidente comentou também a divisão do lucro de R$ 7,28 bilhões do FGTS entre os trabalhadores. “É a primeira vez que os lucros do Fundo de Garantia são divididos com os verdadeiros donos do dinheiro.”

 

 

(Portal Planalto)

Sobre Da Redação

Leia também

eleições 2018

‘Não quero ser candidato se for culpado’, afirma Lula

Em discurso, que durou aproximadamente 30 minutos, Lula disse que há uma tentativa de impedir …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!