domingo , 17 dezembro 2017
Home / Cultura / Mostra de cinema Rock Terror numa sexta-feira 13
O projeto em uma sexta-feira 13/Foto: Twisted Pictures

Mostra de cinema Rock Terror numa sexta-feira 13

O Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília sediará a mostra Rock Terror – mostrando que os dois gêneros se fundem na telona e transcendem os roteiros de cinema. E para começar bem, nada melhor do que iniciar o projeto em uma sexta-feira 13.

Desta data até 31 de outubro serão 38 filmes, entre ficção e documentários, capazes de mostrar os mais variados aspectos dessa vertente que tem fãs em todo mundo, além de uma masterclass do curador da mostra, o jornalista, pesquisador, documentarista e crítico de cinema Mário Abbade.

Rock Terror segue depois para CCBB São Paulo, onde fica de 25 de outubro a 13 de novembro. A entrada é gratuita.

A sessão de estreia, no dia 13 de outubro, será no Teatro I, que tem capacidade para 300 pessoas. Logo após, às 21h, o público está convidado para uma festa temática, com entrada gratuita, DJ, decoração de halloween e food trucks. O som ficará com o DJ Barata (Coletivo Criolina), com músicas das trilhas sonoras dos filmes e outros clássicos do rock remetendo à temática da mostra e músicas tema de famosos filmes de terror. Músicas do Ozzy, Kiss, Iron Maiden, Judas Priest e muita coisa do metal farofa (Bon Jovi, Motley Crue, Aerosmith, Def Leppard).

Pacto com o diabo

A mostra tem a missão de trazer luz a um subgênero iniciado no final dos anos 70, quando se vendia o mito de que muitos artistas antes da fama faziam um pacto com o diabo para atingir o sucesso. Lendas à parte, reunir esses filmes sob um olhar apurado é uma forma provocar reflexão sobre o que de fato aconteceu com a realização cinematográfica desse estilo: produções de baixo orçamento, humor involuntário, possessões demoníacas sofríveis, efeitos especiais toscos e cenas propositalmente apelativas em relação a violência e sexo.

No dia 20 de outubro haverá uma masterclass com o curador Mário Abbade, um especialista no tema. “Esse subgênero que juntou o rock e o terror surgiu como mais uma contribuição para a cultura pop. E muitos foram os países que aderiram a esse sucesso, como Japão, Alemanha, Índia, França, Inglaterra, EUA, Tailândia e Brasil”, diz Abbade.

Serão exibidos na mostra 38 filmes (31 deles de ficção e sete documentários), capazes de mostrar os mais variados aspectos dessa vertente. Entre os filmes raros que serão exibidos, um exemplo é “Turnê assassina” (1980), de Don Edmonds, só lançado em VHS nos EUA na época e atualmente fora de catálogo.

Grandes e importante referências

O cardápio da programação está repleto de grandes e importante referências. “A Maldição da aranha”, filme americano de 1958, é um dos pioneiros a unir rock e terror e que ilustra bem a diversidade do gênero, em uma época em que o rock era um fenômeno – o longa combinou o som dos anos 50 com temas comuns daquela época. Um outro que merece destaque é “O Fantasma do Paraíso” (1974), do reconhecido diretor Brian de Palma, que se cerca de referências da literatura como O Fantasma da Ópera , Fausto e O retrato de Dorian Gray.

“De Palma conseguiu traçar um painel irônico da indústria fonográfica, incluindo os elementos incluindo os elementos: grandes gravadoras, artistas vendendo suas almas (literalmente), drogas e sexo”, avalia o curador.

Admiradores dos filmes de horror e do rock

Outros representantes não menos importantes fizeram história e a alegria dos admiradores dos filmes de horror e do rock. O filme “Uma noite de horror” (1984), uma coprodução entre EUA, Espanha e Porto Rico, dirigida pelo italiano Claudio Fragasso, teve o ícone do rock Alice Cooper como protagonista. Roger Daltrey, da banda The Who, foi o vilão em “Vampirella”, de 1996.

A lista segue com “A rainha dos condenados” (2002), “Repo! The genetic opera” (2008) e “Suck” (2009) – este com um super elenco com Alice Cooper, Iggy Pop, Henry Rollins, Moby e outros ícones da música internacional, com trilha inspirada em David Bowie e Velvet Underground. Da produção brasileira, a mostra vai exibir “As sete vampiras” (1986), de Ivan Cardoso, com Léo Jaime tocando rock nacional.

Heavy metal

Também serão exibidos documentários do antropólogo canadense San Dunn e outras produções que mostram que a realidade do heavy metal está muito além de seu estereótipo, algo que já foi alvo de estudos como o do pesquisador britânico Stuart Cadwallader, que descobriu que o gênero era o preferido dos superdotados da The National Academy for Gifted and Talented Youth at the University of Warwick.

“Por esse motivo, foram escalados mais quatro documentários, que investigam e traçam as origens do heavy metal e suas derivações, por ser o estilo que mais bebe da fonte pacto com o demônio e sucesso. Também serão exibidas animações: as duas produções criadas a partir dos quadrinhos para adultos da revista “Heavy Metal”, que usa temas como ficção científica e fantasia como fundo para suas histórias” , conta Abbade.

Apesar de esse estilo ter tido seu auge entre os anos 80 e 90, até hoje se produzem filmes relativos a esse universo. A mostra conta ainda com os recentes “Deathgasm”, de Jason Lei Howden, “Sala verde” (Green Room), de Jeremy Saulnier, e “The devil’s candy”, de Sean Byrne, todos os três produções de 2015.

Homenagem

Rock Terror ainda contará com homenagem ao cineasta John Fasano e ao cantor e fisiculturista (entre outras coisas) Jon Mikl Thor. Fasano está presente nos filmes “Black roses” (diretor), “Zombie nightmare” (assistente de direção e roteirista) e “Entrada para o inferno” (diretor).  Jon Mikl Thor, mais conhecido como Thor, é a estrela de “Zombie nightmare”, e escreveu e atuou em “Entrada para o inferno”, além de atuar no descartado “Intercessor”, mas, em compensação, na mostra será exibido o interessante documentário “I am Thor”, que conta as aventuras e desventuras do cantor e fisiculturista no show business.

Os filmes que fazem parte da mostra Rock Terror serão exibidos apenas uma vez, com exceção do filme “The Devil’s Candy”, que terá uma sessão extra especial apenas para clientes Banco do Brasil. Será no dia 21/10 às 15h. A sessão especial para clientes BB será seguida de bate-papo com o curador da mostra e jornalista Mário Abbade. Para participar dessa sessão, basta o cliente mostrar na bilheteria e na porta do cinema o seu cartão BB.

Serviço:

Mostra Rock Terror

Local: CCBB Brasília

De 13 a 31 de outubro

Festa de abertura: 13 de outubro, às 21h

Endereço: SCES, Trecho 2, Conjunto 22 – Brasília (DF).

Horário de funcionamento: o CCBB está aberto ao público de Terça a Domingo, das 9h às 21h.

Bilheteria – Térreo – Telefone: (61) 3108-7038, de Terça a Domingo, das 13h às 21h.

Ingressos para o cinema ficam disponíveis apenas na bilheteria, no dia da sessão.

Entrada Gratuita – com senhas distribuídas 1 hora de antecedência ao início da sessão, havendo o limite de uma senha por pessoa.

Classificação: consultar programação por sessão no site http://culturabancodobrasil.com.br/portal/rock-e-terror/

 

Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília

CCBB Braslilia

Aberto de terça a domingo das 9h às 21h

SCES Trecho2 – Brasilia – DF

Tel.: (61) 31087600

E-mail: ccbbdf@bb.com.br

Site: bb.com.br/cultura

Redes Sociais: facebook.com/ccbb.brasilia e twitter.com/CCBB_DF

 

Programação Rock Terror – Todos os filmes em HD

 

13/10 – sexta-feira

17h A Maldição da Aranha (73 min) 14 anos

19h O Fantasma do Paraíso (92 min) 14 anos

20h30 Evento com DJ, foodtrucks e ambientação temática

 

14/10 – sábado

16h Kiss meets the Phantom of the Park (96 min) 14 anos

18h Metal – Uma jornada pelo mundo do heavy metal (96 min) 14 anos

20h Massacre (77 min) 14 anos

 

15/10 – domingo

16h As Aventuras de Buckaroo Banzai (103 min) 14 anos

18h Turnê Assassina (87 Min) 14 anos

20h Uma Noite de Horror (84 min) 16 anos

 

17/10 – terça-feira

18h Rocktober Blood (87 min) 16 anos

20h Reformatório de Mulheres (94 min) 16 anos

 

18/10 – quarta-feira

18h Hard Rock Zombies (98 min) 14 anos

20h A Montanha do Medo (81 min) 16 anos

 

19/10 – quinta-feira

18h Heavy Metal Britannia (90 min) 14 anos

20h Heavy Metal do Horror (98 min) 14 anos

 

20/10 sexta-feira

16h Zombie Nightmare (89 min) 14 anos

18h * Master Class com o jornalista e curador da mostra Mario Abbade *

20h As Sete Vampiras (100 min) 16 anos

 

21/10 – sábado

18h Os Anos do Heavy Metal – O Declínio da Civilização Ocidental (93 min) 14 anos

20h Demônios de Alcatraz (90 min) 16 anos

 

22/10 – domingo

16h Black Roses (90 min) 14 anos

18h Magia Negra no Rock (93 min) 16 anos

20h Vampirella (82 min) 14 anos

 

24/10 – terça-feira

18h Heavy metal 2000 (88 min) 16 anos

20h Wild Zero (98 min) 14 anos

 

25/10 – quarta-feira

18h Heavy metal: Louder than life (115 min) 14 anos

20h20 Tenacious D: Uma dupla infernal (93 min) 14 anos

 

26/10 – quinta-feira

18h Get Thrashed: The story of thrash metal (100 min) 14 anos

20h A Rainha dos Condenados (101 min) 14 anos

 

27/10 – sexta-feira

16h Global metal – A jornada continua (93 min) 14 anos

18h Turbulência 3 – Heavy Metal (96 min) 14 anos

20h Repo! The Genetic Opera (98 min) 14 anos

 

28/10 – sábado

16h Suck (91 min) 14 anos

18h Heavy Metal – Universo em fantasia (86 min) 16 anos

19h30 Deathgasm (86 min) 16 anos

 

29/10 – domingo

16h I am Thor (82 min) 14 anos

18h Dance of the Dead (87 min) 14 anos

20h Sala Verde (95 min) 16 anos

 

31/10 – terça-feira

18h Entrada para o Inferno (83 min) 14 anos

20h The Devil’s Candy (79 min) 16 anos

Sobre Da Redação

Leia também

rodovias radar

Quatro rodovias duplicadas tem 35 câmeras

Em quatro rodovias estaduais duplicadas nas saídas de Goiânia, a  Agência Goiana de Transporte e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!