domingo , 20 Maio 2018
Home / Destaque da capa / “Sem Saída” como política pública de Educação

“Sem Saída” como política pública de Educação

O prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango, sempre levantou a bandeira da Educação. Sua gestão é marcada por inúmeros investimentos na área, como reforma e ampliação de 90% das escolas municipais e construiu 167 salas de aula, ampliando a estrutura em 67%.

Em mais uma atividade para fortalecer a educação no município, o prefeito apresentou recentemente  o programa Sem Saída, que tem como objetivo a evasão escolar zero. Para isso foram criadas medidas metodológicas para o processo de gestão escolar, como a correção na distorção idade/série e elevação do fluxo regular, avaliações constantes dos alunos para qualificar o ensino.

Com esta mesma proposta, os gestores escolares recebem formação anual e os coordenadores e professores a cada seis meses. Tudo isso com a meta de ter uma educação de qualidade.

Segundo o prefeito Hildo do Candango, a equipe da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia já desenvolve todos os programas citados no decorrer do ano e os resultados alcançados são positivamente satisfatórios e elevaram o município de Águas Lindas a melhorar o seu rankeamento a nível estadual e nacional como uma cidade que avançou na área educacional.

“A nossa meta é zerar a evasão escolar em nosso município, e em virtude dos resultados alcançados transformamos o projeto em política pública de ensino e deve ser absorvido por toda sociedade aguaslindense para oferecer uma educação de qualidade garantindo um futuro promissor de nossas crianças”, disse o prefeito.

O plano de Ação de Evasão escolar é busca ativa para atuar preventivamente por meio de ações diretas na regulação do fluxo escolar, visando o equilíbrio entre a oferta e permanência dos alunos na escola. Esta ação interfere nos índices de desenvolvimento Humano e nos Índices de desenvolvimento da educação.

Sobre Da Redação

Leia também

indústria automobilística

Brasil cria mais 115.898 empregos formais

No acumulado do ano, já são mais de 336 mil novos postos de trabalho nas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!