domingo , 19 novembro 2017
Home / Destaque da capa / Brasil derrota o Japão em amistoso preparatório

Brasil derrota o Japão em amistoso preparatório

A Seleção Brasileira iniciou o ciclo de amistosos preparatórios para a Copa do Mundo FIFA Rússia 2018 com o pé direito. Diante do Japão, na manhã desta sexta-feira (10), no Estádio Pierre-Mauroy, em Lille, na França, a Canarinho venceu por 3 a 1. Neymar, Marcelo e Gabriel Jesus marcaram os gols da Canarinho na partida. Makino descontou para os nipônicos.

O Brasil volta a campo na próxima terça-feira (14) para mais um amistoso. O adversário será a Inglaterra e a partida será disputada no Estádio Wembley, em Londres, capital do país anfitrião. A bola rola às 18h (de Brasília).

O jogo

A partida começou com a Seleção Brasileira atacando desde o início. Logo aos seis minutos, após boa tabela entre Fernandinho, Marcelo e Gabriel Jesus, a defesa do Japão conseguiu tirar a bola para a linha de fundo, o escanteio foi cobrado e o lance seguiu. O árbitro pediu o auxílio do Árbitro Assistente de Vídeo (VAR) e viu pênalti de Yoshida em Fernandinho na área. Neymar foi para a bola e deslocou o goleiro para abrir o placar. Na marca dos 15, mais uma penalidade para a Canarinho.

O craque da camisa 10 foi novamente para a cobrança, mas parou no goleiro Kawashima desta vez. Não fez falta. No lance seguinte, Marcelo aproveitou sobra após cobrança de escanteio na entrada da área e mandou uma bomba de perna direita, no ângulo: golaço. Aos 35 minutos, Willian recebeu na direita e abriu para Danilo. O lateral bateu cruzado e Gabriel Jesus chegou tocando para o fundo da rede.

Na etapa final, o técnico Tite aproveitou para promover alguns testes no time e promoveu mudanças. Até no gol houve alteração, com a saída do goleiro Alisson e a entrada de Cássio, que fez a estreia com a Amarelinha. O ritmo da Seleção Brasileira ficou um pouco mais lento e as chances de gol diminuíram, mas a posse de bola continuou superior a 60%.

Aos 17 minutos, o Japão conseguiu diminuir o placar, com Makino ganhando no alto após cobrança de escanteio e marcando de cabeça. Cinco minutos depois, Neymar levou perigo ao gol adversário com falta cobrada por cima da meta. Nos instantes finais do amistoso, o Brasil passou trocar passes mais curtos para buscar espaços na defesa adversária e garantiu a vitória com tranquilidade.

Brasil: Alisson (Cássio); Danilo, Thiago Silva, Jemerson e Marcelo (Alex Sandro); Casemiro, Fernandinho e Giuliano (Renato Augusto); Willian (Taison), Gabriel Jesus (Diego Souza) e Neymar (Douglas Costa).

Casemiro chega a maior sequência como titular

Titular pela quinta vez consecutiva, o volante Casemiro atingiu sua maior sequência iniciando os jogos pela Seleção Brasileira nesta sexta-feira, no amistoso contra o Japão.

Depois de conquistar a vaga de titular com o técnico Tite, Casemiro já havia ficado fora de jogos por lesão, suspensão e também por conta da final da Liga dos Campeões. Por esses motivos, ainda não tinha emplacado uma sequência tão grande.

Informado antes da partida sobre a marca, Casemiro se mostrou surpreso. Segundo ele, ainda não tinha parado para fazer essa conta.

– Fico feliz pela marca pessoal. Fico muito feliz toda vez que sou convocado e podendo jogar com frequência é melhor ainda – disse o volante.

Para coroar a marca, Casemiro teve mais uma atuação sólida à frente da zaga brasileira. Desarmou de forma limpa e apareceu em todas as partes do campo.

Árbitro de vídeo entra em cena no 1 a 0 do Brasil

Um momento histórico para a Seleção Brasileira aconteceu no amistoso contra o Japão, disputado nesta sexta-feira (10) em Lille, na França. Saiu o primeiro gol para o Brasil com o auxílio do árbitro de vídeo.

Quando a partida ainda estava empatada em 0 a 0, Fernandinho foi derrubado na área após cobrança de escanteio para o Brasil. Ninguém pediu pênalti no lance, mas alguns segundos depois, o árbitro aproveitou um lateral e indicou que consultaria o vídeo. Nada a contestar, falta marcada.

Neymar tocou com categoria para balançar as redes na clássica jogada: bola para um lado e goleiro para o outro.

Foi este gol que abriu a porteira do primeiro tempo, que acabaria com 3 a 0 para o Brasil no placar. No fim, a partida terminou em 3 a 1.

Sobre Da Redação

Leia também

Economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões

Em 2015, a participação de Goiás no PIB nacional ficou estável em 2,9%. Com isso, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!