quinta-feira , 23 novembro 2017
Home / Cultura / “Teleport City” chega ao Museu Nacional da República
Teleport City
Mostra tem entrada franca/ Foto: Naiara Pontes

“Teleport City” chega ao Museu Nacional da República

Brasília recebe a mostra de Arte e Tecnologia “Teleport City”, no Museu Nacional da República, de 15 de novembro a 05 de dezembro, com entrada franca 

Já imaginou se o transporte fosse instantâneo e sem limites? Pense em um mundo onde todos pudessem se locomover através do teletransporte ao invés de utilizarem avião, carro, ônibus, trem ou qualquer outro meio de transporte. A ideia, que parece surgida de um filme de ficção científica, deu origem ao projeto Teleport City de autoria da artista brasiliense e arquiteta Gabriela Bilá.

Brasília recebe a mostra de Arte e Tecnologia “Teleport City”, no Museu Nacional da República, de 15 de novembro a 05 de dezembro, com entrada franca e visitas orientadas pelo Programa Educativo: Todos os mediadores são fluentes na linguagem de Libras.

“Teleport City é uma pesquisa que surge a partir da hipótese da existência do teletransporte como um meio de transporte em massa. Se o teletransporte existisse e fosse possível, o que acontece a partir daí? Que novas síndromes as pessoas podem desenvolver a partir desta possibilidade de você explorar o mundo instantaneamente para qualquer lugar? O que você faz com as ruas que você não precisa mais para passar com o carro? Em algumas culturas estas ruas podem se tornar prédios, em outras você pode encher com parques. Que novos produtos vão ter que existir para te ajudar? O que acontece com os ciclos a partir do momento em que você pode pular de fusos horários? Você pode, por exemplo, estender o dia para sempre.” Provoca Gabriela Bilá.

“Teleport City” lida com uma série de hipóteses sobre o mundo depois do advento do teletransporte. O projeto concebe um mundo a partir da hipótese da invenção do teletransporte, uma metáfora sobre um possível transporte de massa ilimitado e instantâneo. A mais radical revolução no tempo e no espaço possibilita à humanidade diversas experiências culturais.

Novas formas de morar, transformações no espaço urbano, relações entre histórias e culturas, movimentos sociais pela defesa do ciclo biológico da vida humana, novas patologias – enfim, questões cotidianas, culturais, sociológicas e antropológicas encontram- se cingidas por uma trama futurista.

“Estas hipóteses que estavam em formatos de textos e desenhos foram transformadas em cinco instalações que fundem Arte e Tecnologia, como obras que incluem recursos como o video mapping e sistemas mecatrônicos.” Conta Gabriela Bilá e destaca que a exposição tem Patrocínio do FAC – Fundo de Apoio à Cultura – e apoio do Itaú Cultural através do edital Rumos: “Ambas fontes de financiamento foram fundamentais para o desenvolvimento cuidadoso de obras tecnicamente tão complexas”.

Em um mundo que se transforma em velocidade exponencial, imaginar novos cenários surgidos a partir de tecnologias e eventos inéditos é um exercício necessário. O mundo criado em “Teleport City” é um convite à fantasia e à reflexão sobre um futuro provável, ao qual somos conduzidos pelos caminhos venturosos da Arte e Tecnologia.

O projeto é composto por instalações, publicação impressa, intervenção urbana e trilha sonora.  As cinco obras misturam linguagens híbridas da Arte, Tecnologia e Arquitetura e se dividem em Mundo Mosaico, Cidade Estante, Painel Teleport, Cartografia do Desejo e Telepod.

Gabriela Bílá (Brasília, 1990). Artista multimídia. Arquiteta formada pela FAU UnB, utiliza a discussão da cidade contemporânea como matéria prima de seu trabalho. Arquitetura e urbanidade são bases da expressão plástica da sua produção, que faz uso de novas mídias e tecnologias para pensar a cidade. Autora do Novo Guia de Brasília, selecionado pelo Departamento do Patrimônio Histórico de São Paulo como um dos livros essenciais para entender a preservação do patrimônio. Hoje reside em Brasília onde trabalha em seu Novo Estúdio BSB, depois de ter passado por Berlim e Rotterdam, atuando de forma multidisciplinar em escritórios de arquitetura como o OMA, de Rem Koolhaas.

 

Serviço:
Mostra “Teleport City” de Gabriela Bilá
Data: De 15 de novembro a 05 de dezembro de 2017
Visitação: De terça a domingo, de 09:00 às 18:30
Local: Galeria Térreo do Museu Nacional da República (Setor Cultural Sul)
Classificação indicativa: Livre
Informações e agendamentos do Programa Educativo: (61) 98126-4497.
instagram: @teleportcity

Sobre Da Redação

Leia também

Escola Verde

Escola Verde, no Riacho Fundo, é inaugurada

Unidade atenderá nos turnos matutino e vespertino. O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!