domingo , 17 dezembro 2017
Home / Veículos / Volkswagen apresenta nova família de caminhões Delivery
Modelos chegam nas versões City, Trend e Prime | Foto: Divulgação

Volkswagen apresenta nova família de caminhões Delivery

Marca chega ao disputado segmento de 3,5 t, com veículos que seguem padrões internacionais.

Uma evolução que se vê no design dos novos caminhões. A MAN apresenta em Resende (RJ) a nova plataforma mundial de caminhões leves da Volkswagen, com uma nova família Delivery, composta de caminhões projetados e desenvolvidos na América Latina. São veículos que seguem padrões internacionais para mercados dos mais exigentes.

Assim, a marca Volkswagen chega ao disputado segmento de 3,5 toneladas. O novo Delivery tem modelos de até 13 toneladas em diferentes versões.

Segundo a MAN, a nova família Delivery chega para revolucionar o transporte de cargas no segmento de caminhões leves. Desenvolvido e produzido na América Latina, o lançamento já atende a padrões internacionais para os mercados mais exigentes.

Composta por modelos de 3,5 a 13 toneladas, está pronta para conquistar o mundo – nasceu a partir da receita de sucesso da primeira linha Delivery e da experiência dos clientes das mais de 100 mil unidades produzidas. Ouvindo o cliente, a Volkswagen Caminhões e Ônibus estreia a gama de produtos.

Esse lançamento é fruto de um investimento de mais de R$ 1 bilhão. Dessa forma, a Volkswagen chega ao disputado mercado de 3,5 toneladas com um modelo chamado de Express. O produto reúne os atributos de um caminhão grande em um veículo pequeno com espaço interno e robustez, além de design moderno. O Delivery de 4 toneladas é outra grande aposta entre os modelos de entrada da nova família, já que nasce com financiamento pelo Finame.

O novo Delivery de 6 toneladas chega com os modelos de 9 e 11 toneladas, com atributos para encarar a missão de superar os atuais Delivery, sucessos de vendas no mercado nacional. O lançamento 13.180, com terceiro eixo, complementa a oferta de novidades, com a maior capacidade de carga do novo portfólio.

Os novos modelos chegam em três versões: City (de entrada), Trend (diversas operações) e Prime (de aspectos visuais diferenciados). Desde o lançamento a nova família Delivery chega com ofertas especiais de comercialização, além das modalidades de leasing operacional e consórcio. A expectativa é que com o lançamento as vendas nacionais se ampliem graças ao ingresso na nova faixa de 3,5 toneladas.

Mundo afora

Essa nova geração da linha Delivery foi projetada para definir um novo patamar no atendimento às necessidades do cliente. As linhas de design limpas e a grande atenção aos detalhes, tal como nos carros de passeio, são marcas notáveis da novidade neste segmento. Ao mesmo tempo, a nova família Delivery evoca a força, a robustez e a alta qualidade dos produtos Volkswagen.

O espaço interno é outro marco, baseado nos padrões e dimensões mais atuais. Para isso, uma ampla matriz de exigências foi verificada em itens ergonômicos e de design para diminuir o desgaste do motorista e passageiros. Todas as peças interiores e as dimensões da cabine foram aperfeiçoadas. Como resultado, o espaço de cabine oferecido pelo novo Delivery é um marco na categoria de 3,5 a 13 toneladas.

Chassi, motor e ergonomia do condutor se apresentam da forma mais equilibrada possível. Outros elementos funcionais, como defletores de ar, são naturalmente integrados às características visuais, desde a lateral da porta até a grade dianteira e os faróis. Características dos novos Delivery trazem atributos da família Constellation – identidade forte, que pode ser reconhecida na estrada ou na cidade.

No painel de instrumentos, o destaque fica por conta do conceito modular, que permite organizar dispositivos como rádio, tacógrafo e equipamentos próprios de cada operação. É o caso da temperatura do baú frigorífico, que deve ser monitorada sem que o motorista tire os olhos da via.

Além disso, o Novo Delivery sai de fábrica com sistema de chicote elétrico preparado para a instalação de rádio, alto-falantes e climatizador, sem que seja necessário comprometer suas características originais. Uma série de porta-objetos facilita a organização do motorista, incluindo consoles que comportam garrafas de até dois litros.

O encosto do banco central, rebatível, serve de mesa e apoio para o motorista fazer anotações em pranchetas, ou para uma refeição rápida em suas entregas. O sistema de ar-condicionado atende às mais rigorosas especificações. Graças à caixa de ar de rendimento superior, tem alta e rápida capacidade de resfriamento da cabine, que se soma à ventilação com fluxo de ar intenso.

Dirigibilidade e conforto de automóvel com robustez de caminhão é o segredo do novo Delivery. Ao entrar no caminhão, o motorista já vê o volante de múltiplas regulagens e menor diâmetro. A coluna de direção é ajustável em altura e profundidade, o que facilita a operação e proporciona ergonomia de carro de passeio.

As demandas dos clientes se realizam também na motorização da nova família, com calibrações para economia de combustível e Arla 32, além de desempenho superior. No painel, o modo de condução econômica é outra novidade da nova família Delivery: o motorista pode acompanhar as indicações sobre os momentos ideais de troca de marcha, o que preserva componentes de desgaste e ainda potencializa a redução no consumo de combustível.

Seu design foi modernizado para uma redução de, no mínimo, 10% no peso. Isso se reflete em mais capacidade de carga. Com essa e outras melhorias em suspensão, freios e eixos, os modelos da linha podem transportar ao menos 400 kg a mais do que seus antecessores.

Únicos da nova linha dotados com tecnologia EGR, o Delivery Express e o 4.150 são referência suprema dos diferenciais que a linha entrega: têm a melhor potência e torque de suas categorias. Equipados com o motor Cummins ISF de 2,8 litros, os veículos alcançam 150 cv e um torque máximo de 36,73 kgfm em uma ampla faixa de rotações para garantir retomadas rápidas, agilidade e menor consumo.

Para o Delivery 6.160, o motor também é o Cummins ISF, de 2,8 litros, mas desta vez com solução SCR para o pós-tratamento já tradicional em sua categoria. Sua potência chega a 160 cv e o torque máximo fica em 43,44 kgfm. Os veículos de 9, 11 e 13 toneladas, por sua vez, estão com o Cummins ISF, de 3,8 litros e tecnologia SCR, com robustez ideal para cada aplicação. Os três registram o torque máximo em 61,22 kgfm, variando a potência de 165 a 175 cv.

“Emagrecimento”

A redução do peso no motor se dá principalmente com a substituição do ferro fundido por alumínio na carcaça do volante, mas também pela dimensão menor do componente que interage de forma mais eficaz com a embreagem. Nesse quesito, mais inovações: o disco de embreagem maior das versões de 9 a 13 toneladas confere menor desgaste e, consequentemente, uma durabilidade mais longa.

Destaque à parte, a nova série de turbos permite alcançar o torque máximo em baixas rotações, além de aumentar a faixa de giros em que o torque máximo é entregue pelo motor.

O novo Delivery estreia quatro versões de transmissão manual totalmente novas, além da opção automatizada. Desenvolvidas para cada tipo de aplicação pelas engenharias brasileiras da Volkswagen Caminhões e Ônibus e da Eaton, as caixas agora contam com seis velocidades e agregam evoluções de maior conforto nas trocas de marchas e peso reduzido. Sua configuração permite um melhor escalonamento, mais economia de combustível e conforto para o condutor.

Fabricadas em carcaças 100% em alumínio, também são mais leves que as antigas de ferro fundido, liberando capacidade para mais carga e beneficiando a produtividade. O peso do conjunto da transmissão pode chegar a ser quase 50% menor nas versões de 3,5 e 6 toneladas, em comparação com o atual Delivery 5.150.

No capítulo manutenção esse componente também se diferencia. Seu desenho é modular para facilitar a troca de peças específicas e gerar ainda mais economia ao frotista. Nesse quesito, outra vantagem é sua ampla vida útil. Foram três anos de desenvolvimento para chegar à solução para cada aplicação.

O novo Delivery Express e o 4.150 estão equipados com uma caixa ESO-4106, enquanto o de 6 toneladas vem com a ESO-4206. Já os novos modelos de 9 e 11 toneladas contam com a transmissão ESO-6106, e o 13.180 tem a caixa ESO-6206. Haverá também a opção de transmissão automatizada para os veículos de 9, 11 e 13 toneladas, baseada na versão manual, mais confortável ao motorista. O item está em fase final de desenvolvimento.

Fabricadas no Brasil, as novas transmissões somam a experiência da Volkswagen Caminhões e Ônibus para aplicações severas em países emergentes à expertise da Eaton, que tem no país seu centro de excelência mundial para veículos leves. A nova família Delivery tem o melhor custo total de operação do segmento. Os caminhões foram “construídos em cima da balança”, procurando otimizar ao máximo sua carga útil, além de proporcionar maior economia de combustível e menor desgaste de componentes.

O chassi da nova família Delivery alia robustez e leveza: com novos materiais, une redução de massa a ganho de capacidade de carga. Pela primeira vez, por exemplo, a marca utiliza travessas de alumínio, presentes no Delivery Express. Os eixos dianteiro e traseiro também contam com maior capacidade de carga.

A disposição dos tanques de diesel e Arla traz um conjunto mais compacto, liberando mais espaço no chassi e reduzindo peso e volume. Com rastro e padrão em todos os furos, o chassi tem como ponto alto a flexibilidade. Mantém a originalidade, facilita e torna mais rápido o encarroçamento.
A suspensão dianteira independente, presente nos modelos de 3,5 a 6 toneladas, amplia o conforto a bordo. A suspensão para 9 e 11 toneladas também se destaca. Foi projetada com molas parabólicas, bastante afinada para entregar conforto e robustez.

Seu sistema de freios traz discos para os modelos de 3,5 a 6 toneladas, e tambores nos 9 a 13 toneladas. São soluções para o anda e para das grandes cidades, que contam ainda com sistemas de série ABS e EBD (distribuição eletrônica da força de frenagem). As rodas foram otimizadas para ganhos em capacidade de carga, mantendo as mesmas características técnicas de desempenho.

A nova família é formada por Delivery Express, Delivery 4.150, Delivery 6.160, Delivery 9.170, Delivery 11.180 e Delivery 13.180. A partir do próximo ano, os países vizinhos iniciarão as vendas dos novos veículos com eventos de lançamento regionais. Os países da América do Sul serão os primeiros a receber a novidade e a Volkswagen Caminhões e Ônibus ingressará, assim, no segmento de mercado mais representativo na região, o de veículos abaixo de 5 toneladas.

Sobre Da Redação

Leia também

Captur

Renault Captur ganhará versão mais básica

Atualmente vendido em quatro configurações, o Renault Captur ganhará uma nova versão de entrada no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!