sábado , 20 janeiro 2018
Home / Veículos / Porsche anuncia chegada do Panamera 4 E-Hybrid
Esportivo sustentável segue até 50 quilômetros no modo 100% elétrico | Foto: Divulgação

Porsche anuncia chegada do Panamera 4 E-Hybrid

Chega ao Brasil um veículo com proposta ao mesmo tempo esportiva e ambientalmente sustentável, em uma marca reconhecida pelos automóveis de luxo, o Porsche Panamera 4 E-Hybrid.

Equipado com dois motores, um a combustão e outro elétrico, o Panamera 4 E-Hybrid entrega até 462 cv de potência de forma combinada para o condutor que, além da potência, dispõe de uma suspensão a ar adaptável com amortecedores pneumáticos e ajustáveis PASM (Porsche Active Suspension Management), tração integral ativa com embreagem multidisco regulada eletronicamente e sistema de transmissão PDK (Porsche Doppelkupplung) de oito velocidades. “Para nós, é um prazer comercializar este carro de extrema relevância para o futuro da marca mundialmente e também no Brasil”, afirma Werner Schaal, diretor de Vendas da Porsche Brasil.

“O Panamera 4 E-Hybrid é o nosso segundo modelo híbrido que trazemos para os clientes e fãs da marca no país. Um carro que oferece a perfeita combinação de performance, prazer em dirigir e eficiência energética. A esportividade e as linhas do icônico 911 são expressivas nesse modelo e muito fáceis de serem reconhecidas.”

O motor a combustão que equipa o Porsche Panamera 4 E-Hybrid é um 2.9 V6 biturbo, 4 válvulas por cilindro e que entrega 330 cv de potência entre 5.250 – 6.500 rpm. Por ser um híbrido, o carro possui um motor elétrico de 136 cv. Juntos, em modo combinado, geram 462 cv.

Em parceria com a tração integral e o câmbio PDK de dupla embreagem e oito velocidades, o Panamera 4 E-Hybrid acelera de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e atinge a velocidade máxima de 278 km/h.

É possível fazer deslocamentos somente com o motor elétrico. Sem emitir uma grama de CO2, percorre-se até 50 quilômetros de distância a uma velocidade máxima de 140 km/h. Mas o que impressiona mesmo no Panamera híbrido é o consumo, segundo dados do Inmetro: 18 km/l na cidade e 26 km/l na estrada.

Seu sistema elétrico pode ser recarregado de algumas formas: pelo próprio carro, em desacelerações e frenagens, ou pela tomada elétrica convencional. O veículo é comercializado com um carregador universal com potência de 3,6 kWh. Em uma tomada doméstica 220V com 20 amperes (A), a bateria será recarregada em um intervalo entre quatro e oito horas.

Opcionalmente o cliente pode adquirir um carregador com potência de 7,2 kWh. Ao utilizar este carregador com um plug de tomada industrial de cinco pinos (incluso sem custo adicional), a bateria poderá ser carregada em apenas duas  horas. O Panamera 4 E-Hybrid ainda conta com um equipamento de série que faz a climatização do carro, resfriando ou aquecendo o interior do veículo durante o carregamento.

No Panamera 4 E-Hybrid, o pacote Sport Chrono está incluído nos equipamentos de série. Dentre os diferentes tipos de condução, estão incluídos modos “Sport” e “Sport Plus”, conhecidos dos outros modelos Panamera com pacote Sport Chrono. Os modos “E-Power”, “Hybrid Auto”, “E-Hold” e “E-Charge” são específicos do Hybrid.

Caso haja carga na bateria, a partida do Panamera 4 E-Hybid será sempre dada no modo puramente elétrico “E-Power. O “Hybrid Auto” é um modo de direção totalmente novo. Aqui, o Panamera alterna e combina automaticamente as fontes de propulsão.

O modelo é vendido em seis versões. A de entrada custa R$ 529 mil. A Sport Turismo sai por R$ 542 mil. A Executive é vendida por R$ 554 mil. O Panamera Turbo S E-Hybrid vai a R$ 1.233.000, o Panamera Turbo S E-Hybrid Sport Turismo atinge R$ 1.212.000, enquanto o Panamera Turbo S E-Hybrid Executive chega a R$ 1.242.000.

Sobre Da Redação

Leia também

Kia

Kia apresenta novo Cerato

O modelo ganhou traços inspirados no sedã grande Stinger, ostentando linhas mais esportivas e ousadas A Kia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!