segunda-feira , 25 junho 2018
Home / Brasília / Governo vai elaborar plano emergencial para viaduto

Governo vai elaborar plano emergencial para viaduto

Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Rodrigo Rollemberg esteve no local onde parte do asfalto cedeu. Segundo informações iniciais dos bombeiros, não há vítimas do desabamento

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, compareceu, no começo da tarde desta terça (6), à Galeria dos Estados, onde, no fim da manhã, parte do viaduto que passa pelo local caiu após o asfalto do Eixão Sul ceder.

Segundo inspeção preliminar do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, não há vítimas no acidente. Foram encontrados quatro veículos que estavam estacionados, dois deles completamente soterrados e outros dois de forma parcial.

“As informações iniciais apontam que não há vítimas, e isso é o mais importante neste momento. Agora vamos ver o que é necessário para recuperar esta área”, disse Rollemberg.

“São viadutos antigos. Desde o começo do governo, fizemos manutenção em oito viadutos, e, infelizmente, este não recebeu”, acrescentou o chefe do Executivo.

Além dos bombeiros, a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, a Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, a Polícia Militar (PMDF), a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) mantêm equipes nos arredores.

O local foi isolado pela PMDF, e os bombeiros, com o apoio de cães farejadores, vasculham a área para confirmar que não há vítimas.

Por meio de um grupo de trabalho, os órgãos responsáveis por obras no DF vão montar plano emergencial para manutenção do viaduto. “O DER, a Novacap e a Secretaria de Infraestrutura vão atuar juntos. Vamos fazer um escoramento desse viaduto e uma análise criteriosa da estrutura, além de desvio do tráfego na região”, informou o diretor-geral do DER, Henrique Luduvice.

Sobre Da Redação

Leia também

feira de adoção

Feiras permitem adoção de cães

Segundo a  Organização Mundial da Saúde – ainda existem 30 milhões de animais abandonados no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!