domingo , 20 Maio 2018
Home / Destaque da capa / Reconstrução de trecho integra turismo das águas quentes

Reconstrução de trecho integra turismo das águas quentes

Foto: Mantovani Fernandes

De acordo com o governo, a reconstrução GO-139 custou aos cofres estaduais R$ 12,5 milhões

Uma rodovia moderna para integrar ainda mais o turismo na região das águas quentes. O governador de Goiás, Marconi Perillo,  e o vice-governador José Eliton inauguram, nesta terça de manhã, trecho da GO-139, entre Marzagão e Caldas Novas. A rodovia é um dos principais acessos de turistas vindos do Sudeste do país e do Triângulo Mineiro para Caldas Novas e Rio Quente.

Em grande número, a população de Marzagão se concentrou sob as tendas montadas no perímetro urbano da rodovia para prestigiar a solenidade de inauguração comandada pelo governador e pelo vice. Sobre a maratona de inaugurações, disse Marconi: “É uma forma que a gente tem de provar o carinho com as nossas cidades”.

De acordo com o governo, a reconstrução GO-139 custou aos cofres estaduais R$ 12,5 milhões. A rodovia atende aos padrões internacionais de sinalização vertical, horizontal, além de balizamento noturno.

O governador destacou que a região das águas quentes é um grande diferencial no País. Boa parte do turismo vem de São Paulo e do Triângulo Mineiro. A expectativa é de que o governador volte à região na próxima semana  para inaugurar a reconstrução das rodovias que ligam Caldas a Ipameri e Caldas a Pires do Rio.

Na comitiva de Marconi e José Eliton em Marzagão estiveram os prefeitos Valdir do Prado (Água Limpa), João Pena (Rio Quente), José Antônio (Itumbiara), José Alves (Goiatuba), Wisneyn Araújo (Corumbaíba), Rogério Troncoso (Morrinhos) e José Willian (Panamá), os secretários Sérgio Cardoso (Articulação Política) e Leandro Garcia (GoiásTurismo), a deputada federal Magda Mofatto (PR) e o deputado estadual Álvaro Guimarães (PR).

Sobre Da Redação

Leia também

indústria automobilística

Brasil cria mais 115.898 empregos formais

No acumulado do ano, já são mais de 336 mil novos postos de trabalho nas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!