terça-feira , 21 agosto 2018
Home / Destaque da capa / Reconstrução de trecho integra turismo das águas quentes

Reconstrução de trecho integra turismo das águas quentes

Foto: Mantovani Fernandes

De acordo com o governo, a reconstrução GO-139 custou aos cofres estaduais R$ 12,5 milhões

Uma rodovia moderna para integrar ainda mais o turismo na região das águas quentes. O governador de Goiás, Marconi Perillo,  e o vice-governador José Eliton inauguram, nesta terça de manhã, trecho da GO-139, entre Marzagão e Caldas Novas. A rodovia é um dos principais acessos de turistas vindos do Sudeste do país e do Triângulo Mineiro para Caldas Novas e Rio Quente.

Em grande número, a população de Marzagão se concentrou sob as tendas montadas no perímetro urbano da rodovia para prestigiar a solenidade de inauguração comandada pelo governador e pelo vice. Sobre a maratona de inaugurações, disse Marconi: “É uma forma que a gente tem de provar o carinho com as nossas cidades”.

De acordo com o governo, a reconstrução GO-139 custou aos cofres estaduais R$ 12,5 milhões. A rodovia atende aos padrões internacionais de sinalização vertical, horizontal, além de balizamento noturno.

O governador destacou que a região das águas quentes é um grande diferencial no País. Boa parte do turismo vem de São Paulo e do Triângulo Mineiro. A expectativa é de que o governador volte à região na próxima semana  para inaugurar a reconstrução das rodovias que ligam Caldas a Ipameri e Caldas a Pires do Rio.

Na comitiva de Marconi e José Eliton em Marzagão estiveram os prefeitos Valdir do Prado (Água Limpa), João Pena (Rio Quente), José Antônio (Itumbiara), José Alves (Goiatuba), Wisneyn Araújo (Corumbaíba), Rogério Troncoso (Morrinhos) e José Willian (Panamá), os secretários Sérgio Cardoso (Articulação Política) e Leandro Garcia (GoiásTurismo), a deputada federal Magda Mofatto (PR) e o deputado estadual Álvaro Guimarães (PR).

Sobre Da Redação

Leia também

Temer

Temer tem 76% de avaliação ruim e péssima, diz Ibope

A administração é considerada regular por 19% do eleitorado, 2% diz que o governo está …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!