terça-feira , 24 abril 2018
Home / Cultura / Brasília receberá grandes nomes do samba-enredo

Brasília receberá grandes nomes do samba-enredo

Ala Show Asa Norte/Foto: Bruno Ruppert

1ª Roda de Samba-Enredo do Brasil Capital traz para Caixa Cultural shows de Wantuir (Unidos da Tijuca), Igor Sorriso (Mocidade Alegre), Claudio Vagareza (ARUC)Nêgo – o irmão do Neguinho da Beija-Flor -, Grazzi Brasil (Vai-Vai e Paraíso do Tuiuti). Ainda, muita roda de samba e a apresentação da Bateria Acadêmicos da Asa Norte e do grupo brasiliense Brasil Capital.

O momento será de samba-enredo na cidade, daquele tradicional samba encontrado no eixo Rio-São Paulo feito especificamente para os desfiles das escolas de samba.

O projeto 1ª Roda de Samba-Enredo do Brasil Capital vai reunir todos estes artistas no estacionamento localizado entre o edifício sede da Caixa e da Caixa Cultural Brasília (Setor Bancário Sul QD 04). As apresentações visam comemorar os 58 anos da cidade nos dias 21 e 22 de abril, sábado e domingo, sempre das 16h às 19h, no local. O melhor: de graça.

Na Marquês de Sapucaí (RJ), no Sambódromo de Anhembi (SP) e nas telinhas, o Carnaval assume cores e formas. Afinal, o espetáculo e a energia das baterias das escolas de samba não deixam ninguém ficar parado. Agora será a vez da capital federal viver, ao vivo,  este momento apoteótico. E fora da época carnavalesca.

Organizado pelo músico e produtor Ronaldo Castro da Silva, a 1 ª Roda de Samba-Enredo do Brasil Capital partiu desta ideia: fazer um evento exclusivamente de samba-enredo para proporcionar ao público a vivência do Carnaval com feras de suas escolas de samba de coração.

“O samba-enredo é comum nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. Nós (os brasilienses) ficamos órfãos dos desfiles das nossas escolas de samba. Vamos suprir esta lacuna”, destaca Ronaldo. O evento tem patrocínio da CAIXA e do Governo Federal.

 Caixa Cultural se transforma em sambódromo

“Bate outra vez, com esperanças o meu coração.. Pois já vai terminando o verão, enfim…”. A plateia ainda se reacomodava nas poltronas do Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro, quando Grazzi Brasil deu início a uma verdadeira catarse ao interpretar a clássica “As Rosas Não Falam”, de Cartola.

A cantora paulista virou uma grande revelação do samba-enredo no Brasil. Vencedora do Prêmio SRzd Carnaval SP 2017 na categoria Revelação, ela foi ainda intérprete oficial da escola de samba Vai-Vai (SP) e da Paraíso do Tuiuti (RJ), esta vice-campeã do Carnaval carioca em 2018. Grazzi assina o álbum “Nas Cordas de Um Cavaquinho” e participou, ainda, da 6ª temporada do programa The Voice Brasil, da rede Globo.

“O samba me deu tudo o que tenho! Meu sustento, o sustento da minha família e uma imensa realização artística. Entrar na avenida e puxar uma homenagem a Mãe Menininha (doGantois) – como, no passado, fizeram Eliana de Lima e Bernardete, duas grandes puxadoras –, está entre as gratas surpresas que a música me trouxe e, com certeza, ainda me trará”, coloca, com orgulho.

Uma das atrações do evento, a cantora se apresentará no dia do aniversário da capital, sábado (21/04), às 17h20. Em seguida, Nêgo – o irmão do Neguinho da Beija-Flor – vai colocar o público para vibrar no estacionamento da Caixa Cultural Brasília.

O artista de Nova Iguaçu (RJ) é considerado um dos maiores intérpretes do Carnaval carioca, sobretudo pela forma como conduz os sambas-enredos. Ele mescla técnica, vibração e mantém a evolução durante os desfiles. Suas escolas atuais são a Acadêmicos do Sossego (Niterói – RJ), Camisa Verde e Branco(SP) e Rosas de Ouro Capixaba (ES).

Já no domingo (22/04), será a vez do mineiro Wantuir, das escolas Rouxinóis (RS) e Unidos da Tijuca (RJ), comandar o samba-enredo junto com Igor Sorriso, ex-São Clemente (RJ) e atual integrante da Mocidade Alegre (SP) e da Ilha do Marduque(RS).

Além de todos estes feras, apresentam-se também Cláudio Vagareza, da ARUC (DF),Renato dos Anjos (Vila Planalto) e o grupo local Brasil Capital, produzido por Ronaldo Castro da Silva. Nos dois dias, às 18h50, o encerramento do evento fica por contada bateria da Acadêmicos da Asa Norte, que trará passistas e mestre-sala e porta-bandeira.

Fazendo o bem

Para estimular a limpeza da cidade e promover uma ação social que ajude moradores de rua, a 1ª Roda de Samba-Enredo do Brasil Capital estará promovendo a campanha “Lixo no Chão Não Dá Samba” em parceria com o Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal (SLU). No local da festança serão disponibilizadas caçambas para que as pessoas coloquem seus lixos nos devidos locais.

Haverá ainda a arrecadação de roupas e materiais de higiene pessoal para o projeto Banho de Dignidade, que visa ajudar moradores de rua. A iniciativa do projeto é da Igreja Imaculada Coração de Maria (Taguatinga).  Os foliões podem entrar de graça, mas as doações serão bem-vindas.

Programação

21 de abril (sábado)

16h – Abertura com Roda da Samba com Renato dos Anjos (Vila Planalto)

17h20 – Show com os intérpretes Nego e Grazzi Brasil.

18h50 – Encerramento – Momento Apoteose, com a Bateria Acadêmicos da Asa Norte, Passistas, Mestre-Sala e Porta-Bandeira

 22 de abril (domingo)

16h – Abertura com Roda de Samba com Claudio Vagareza (ARUC)

17h20 – Show com os Intérpretes Wantuir (Unidos da Tijuca) e Igor Sorriso (Vila Isabel e Mocidade Alegre-SP)

18h50 – Encerramento – Momento Apoteose, com a Bateria Acadêmicos da Asa Norte, Passistas, Mestre-Sala e Porta-Bandeira

Serviço:

1ª Roda de Samba-Enredo do Brasil Capital

Dias 21 e 22 de abril (sábado e domingo), no estacionamento localizado entre o Edifício sede da Caixa e da Caixa Cultural Brasília (Setor Bancário Sul QD 04)

Horário: das 16h às 19h

Entrada franca

Informações: 3206-9448

Classificação livre

Sobre Da Redação

Leia também

nome social

Mais de 1,4 mil pediram nome social no título

O prazo para pedir a alteração vai até 9 de maio. Essa é a mesma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!