segunda-feira , 21 Maio 2018
Home / Concursos / Está inseguro quanto ao seu projeto de estudo?

Está inseguro quanto ao seu projeto de estudo?

Foto: Pixabay

Olá, pessoal! Tudo bem?

Aqui é o Mário Machado, coordenador do Programa de Coaching do Estratégia.

Há exatos 10 dias completei 32 anos. Muita gente não gosta de fazer aniversário e eu, definitivamente, não faço parte deste grupo (não tenho nada contra também, rs). A consequência inevitável no acúmulo de experiências (sejam boas ou ruins) que acompanha o avançar da idade realmente me fascina.

Desde moleque meu pai me dizia: Mário Bruno (é como meu pai costuma me chamar, rsrs), não importa quantos livros você leia, existem coisas que só virão com a experiência. Esse argumento sempre foi (e continua sendo) imbatível, e invariavelmente meu pai o trazia a mesa, toda vez em que eu tentava contestá-lo com base em livros e/ou outras fontes de conhecimento. À época, esse argumento me deixava muito incomodado, afinal, como eu poderia refutar algo que eu não possuía (experiência)?

Pois é. O tempo passou, e alguma (pouca, a bem da verdade!) experiência acumulei. Isto posto, só me restou concluir que meu pai (apesar de não ser o Olavo) tinha razão. Confesso: sou bastante resistente a mudar de opinião mas, nesse caso, a realidade (como sempre) se fez implacável.

Desconsiderando a corrente defensora do jargão “se conselho fosse bom, a gente não dava, vendia”, começo a me sentir um pouco experiente (e um tantinho lisonjeado e envaidecido também, rs) toda vez que alguém me pede um conselho ou orientação. Para a minha surpresa, há poucas semanas, um amigo de infância dos tempos de ensino fundamental, a quem ouso outorgar o incontestável título de mente brilhante, me chamou para uma conversa privada no WhatsApp.

Esse amigo, que hoje é Procurador do Estado e doutorando em Direito, queria conselhos sobre projetos de vida. Nesse momento, me senti aquele PC com Windows do final da década de 90, que exibia a famosa “tela azul” quando o sistema não conseguia processar uma informação.

Como assim, Diogo? Conselho? Você já está bem pra caramba! Fala aí, você está de sacanagem, né, perguntei.

To make a long story short, Diogo queria saber se em algum momento eu me senti inseguro quanto às decisões de vida que já tomei, em especial no âmbito profissional. De imediato, disparei: meu amigo, se não está dando frio na barriga, talvez você não esteja ousando o bastante.

Em muitos momentos da jornada da vida a gente se sente sozinho (ainda que rodeado de pessoas) e aflito. O medo de falhar, por vezes, quase que nos impede de seguir em frente. Insegurança faz parte de qualquer caminhada, e você não está apto fugir dela. Por outro lado, você pode (aliás, deve!) dominá-la. Se você não a dominar, ela te dominará, acredite.

O mundo dos concursos é assim: a cada boato (ou fato), nosso coração flerta com a insegurança. Cortes de gastos públicos, concursos previstos que atrasam, nomeações que nunca chegam, concursos anulados/suspensos e por aí vai. Nada disso está sob a sua esfera de controle, infelizmente.

Sob sua esfera de controle está a manutenção de um bom ritmo de estudo, planejado e dedicado. A você cabe estar preparado quando a oportunidade (leia-se: o edital e, por conseguinte, a prova do concurso dos seus sonhos) bater a sua porta.

Quando ela baterá? Sinceramente: depois de prestar muitos concursos, concluo que isso não importa muito. A pergunta que realmente importa é a seguinte: quando a oportunidade chegar, estarei pronto?

Para que a resposta seja positiva, não tem feitiçaria (nem tecnologia!), faça do dia de hoje uma dádiva em favor do teu projeto. Já dizia o poeta: não é a toa que o “hoje” se chama “presente”.

Grande abraço e bons estudos.

Mário Machado

Siga-me no Instagram clicando AQUI.

Aprovado no AFRFB-2010/ATRFB-2010/Analista BACEN-2009

Coordenador do Programa de Coaching do Estratégia.

 

Mário Machado

Mário Machado

Direito Tributário, Consultoria, Coaching

Aprovado para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil (concurso 2009, 73º lugar) aos 23 anos. Graduação em Direito e Administração Pública. Pós Graduado em Direito Tributário. Instrutor da Escola de Administração Fazendária (ESAF) .   Também foi aprovado nos seguintes concursos: Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil (2009 – 51º lugar) Analista do Banco Central (2009, Área 6, 33º lugar) Técnico Judiciário do TRE/RJ (2007 – 17º lugar) Agente Executivo da SUSEP (2007 – 76º lugar) Técnico Administrativo do MPU (2007 – 108º lugar) Assistente-Técnico Administrativo do MF (2009 – 17º lugar/RJ) Colégio Naval (2001), entre outros.   Um projeto de aprovação em concurso requer persistência, fibra e flexibilidade. Em regra, a jornada de preparação é longa e cansativa. Para seguir com êxito até o final, é indispensável manter-se motivado. No Coaching do Estratégia, tenho como missão pessoal transmitir o máximo da minha experiência em concursos para meus coachees, possibilitando um estudo em alto rendimento e com foco não apenas na meta final (que é a aprovação), mas também na construção de uma mentalidade vencedora no mundo dos concursos, cumprindo as metas e objetivos do cotidiano.  Contem comigo! 😉

Sobre Da Redação

Leia também

perito criminal

Dicas valiosas para se tornar um Perito Criminal

No artigo são demonstradas as dificuldades de cada etapa e suas respectivas taxas de reprovações …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!