quinta-feira , 21 junho 2018
Home / Cultura / Casa do Cantador agora é também ponto de rock

Casa do Cantador agora é também ponto de rock

Banda baratas de Chernobyl será uma das atrações/Foto; Divulgação

Projeto idealizado pelo grupo Baratas de Chernobyl, Rock Cei traz bandas de Brasília e de fora para tocar de graça no local 

O rock and roll está em alta na Casa do Cantador. Em todas suas vertentes.  Progressivo, heavy metal, pop rock, punk e post punk. Conhecida como palco de repentes e de tantos ritmos nordestinos, a Casa do Cantador (Quadra 32 – Ceilândia Sul) virou agora palco de rock. O evento Rock Cei – Ocupação da Casa do Cantador – tem reunido bandas do Distrito Federal e convidados de outros estados em shows gratuitos no local.

No sábado, dia 16 de junho, será a vez da banda Baratas de Chernoby lançar no local seu primeiro CD de mesmo nome do grupo. As bandas Dögbite, Alarme, Podrera e Penúria Zero se apresentarão, ainda, a partir das 16h.

 Idealizado pelo grupo brasiliense Baratas de Chernobyl, o Rock Cei – Ocupação da Casa do Cantador –  quer valorizar a música autoral do Distrito Federal. A proposta pretende, ainda, promover uma interação da população com outros estilos musicais. Além de abrigar repentistas, forrozeiros, o cordel e suas rimas, a casa também quer virar ponto de encontro de rock.

 “Temos vários músicos talentosos no Distrito Federal. Queremos abrir portas para talentos do rock e levar um novo estilo para a Casa do Cantador e para galera da Ceilândia”, destaca o baterista do grupo, Ney Corrêa.

 A banda Baratas de Chernobyl surgiu a partir da junção de músicos dos grupos Nove Milímetros e Satélite Sonoro. A união aconteceu em agosto de 2014. Os componentes possuem uma vasta experiência na área musical e buscam suas influências em bandas da década de 80 como Joy Division, Echo and the Bunnymen, The Cure, The Smiths, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, Hojerizah, dentre outros.

A proposta do grupo, que toca apenas músicas autorais e canta em português, é oferecer ao público reflexões a partir do ritmo e das letras que falam do cotidiano das pessoas. Os arranjos musicais estabelecem uma sonoridade dançante e envolvente. Baratas de Chernobyl se destaca, ainda, por ter conquistado o 1º Festival de Música de Ceilândia para Brasília, realizado pela empresa Telrex Eletrônica. A premiação foi a produção de dois videoclipes pela produtora Kava Music.

No show, os integrantes Maurício Andrade (guitarra), Márcio Vilas Boas (contrabaixo), Ney Corrêa (bateria) e Elvis Rutherford (vocal), tocarão as 11 faixas do álbum autoral intitulado Baratas de Chernobyl dentre outras músicas que não estão nesse álbum.

Rock Cei – Ocupação da Casa do Cantador tem o patrocínio da Secretaria de Cultura do Distrito Federal e do FAC – Fundo de Apoio à Cultura.

Conheçam as bandas do Rock Cei –

Dögbite –

Dögbite é um power trio que mescla influências do heavy metal e do punk. O grupo é  inspirado no bom e velho punk britânico de bandas como Discharge e The Varukers, quanto no heavy metal/rock n’ roll de grupos como Tank e Motörhead.  A banda iniciou suas atividades em dezembro de 2015 e tem em seu line-up músicos que atuam há bastante tempo no cenário underground do Distrito Federal. Yuri (bateria), Jammes (baixo) e Möa (guitarra/vocal), praticam uma música crua, direta e agressiva, com elementos algumas vezes mais técnicos e outras vezes mais calcados nas atmosferas típicas do UK ’82 hardcore/punk. Sem pretensões de inovar ou de serem originais, se dedicam a uma tentativa de recriar sonoridades que hoje só se encontram no underground mais sujo e obscuro.

Alarme –

A banda Alarme foi formada em 1988 no Gama –  DF. Desde a sua criação o grupo vem mantendo a ideologia punk de contestação e questionamento. Compõem o time Valbert Nenen (guitarra / vocal), Leandro Animal (baixo) e Albert Core (bateria / vocal).

Penúria Zero-

No ano de 2005, em Luziânia/GO, três amigos (Adelmo, Tuttis e Raniere), fãs do estilo punk rock, se juntaram para fazer protesto em forma de música, criando a banda Penúria Zero. (A banda não tinha baixista). Infelizmente, por problemas pessoais da vocalista Tuttis, a banda “encerrou” suas atividades no ano de 2006.

Reformada em 2011 pela Tuttis, a banda voltou com muita força e determinação. E apesar de vários integrantes terem deixado a banda, ela continuou o projeto com novos nomes como o guitarrista Sopão, o baterista Biscoito e a baixista Gril, que, juntos resolveram reformular a proposta da banda sem deixar o punk rock hc de lado. Essa parceria durou por quase um ano e meio. No final de 2012, saiu Gril e entrou a baixista Fabi.

Agora a banda Penúria Zero está completa, mostrando o seu punk rock hc em vários locais do entorno e DF. A banda já participou de eventos tradicionais na cena underground como: Headbangers Attack (2013), Dia Munidal Do Rock (2013), Ferrock (2014) e Porão do Rock (2014). Também já se apresentou fora do DF, no Festival Correntezas em Correntina/BA (2012), em Goiânia (2015), no This is Festival, Festival Autonomia é o Caminho em Vitória da Conquista/BA (2015) e em Paracatu/MG (2017).

Em 2017 a banda finalizou a produção do primeiro CD. Atualmente a banda conta com 3 clipes oficiais e 1 CD.

Podrera –

A banda Podrera foi formada em 1998 com a proposta de fazer um som rápido, direto e que se aproximasse do trash metal e crossover. As músicas falam de questões sociais, políticas e do cotidiano. Durante esses 20 anos de existência, a banda passou por várias formações. Sua formação atual conta com Jonathan (vocal), Marcelo (bateria), Josefer Aires (baixo) e Dario Santos (guitarra). A banda possui várias participações em coletâneas nos mais diversos estados brasileiros, tais como Tocantins, Goiás, Minas Gerais, Brasília e entorno. No seu currículo musical possui um DVD CD produzido no ano de 2010 intitulado Live Riacho Fundo 2, um EP intitulado Mundo Imundo, de 1998, e um EP intitulado Nós Vemos o Mundo Assim, de 2002. Para 2018, o grupo está finalizando um novo CD.

Serviço:

Rock Cei – Ocupação da Casa do Cantador

Data: 16 /06/2018

Local: Casa do Cantador (Quadra 32 – Área Especial G- Ceilândia Sul)

Horário: 16h

Informações: 3378-5067

Entrada franca.

Classificação livre.

Sobre Da Redação

Leia também

ProUni

ProUni oferece 174 mil vagas

Para se candidatar, é preciso ter feito o Enem de 2017, ter alcançado no mínimo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!