terça-feira , 16 outubro 2018
Home / Brasília / DF é contemplado com recursos para projetos ambientais

DF é contemplado com recursos para projetos ambientais

Serão contemplados 21 projetos e programas distribuídos em 16 estados/ Foto: Pixabay

A relação dos trabalhos aprovados no primeiro edital de 2018 foi divulgada recentemente pela Fundação

A conservação dos biomas brasileiros conta mais uma vez com o apoio financeiro da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. Ao todo, são R$ 4,3 milhões destinados a 21 projetos e programas distribuídos em 16 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Na região Centro-Oeste, três propostas receberão, juntas, R$ 1 milhão. A relação dos trabalhos aprovados no primeiro edital de 2018 foi divulgada recentemente pela Fundação.

Fogo no Cerrado (GO)

Goiás terá o projeto “O impacto de um incêndio catastrófico no Cerrado: subsídios para o manejo e a conservação do ecossistema em um futuro com mais extremos climáticos”. A proposta da Pequi (Pesquisa e Conservação do Cerrado) usará imagens de satélite e dados de campo para entender o impacto do incêndio de 2017 nas florestas de galeria, monitorar a dinâmica desses ecossistemas e fazer intervenções para facilitar a recuperação da área. O projeto subsidiará ações de conservação no Cerrado por meio da restauração da vegetação nativa degradada por plantas invasoras e do manejo do fogo em tempos de mudanças climáticas.

Serra da Bodoquena (MS)

A Fundação Neotrópica do Brasil realiza em Mato Grosso do Sul o programa “Observatório Serra da Bodoquena – Ampliando as ações de conservação e políticas ambientais no planalto da Bodoquena”. A iniciativa busca a formação de uma rede integrada de entidades para acompanhar, informar e divulgar sobre atividades de grande impacto ambiental na região, auxiliando nos processos de tomada de decisão relacionados à gestão ambiental da área.

Pato-mergulhão (GO)

Já a “Implementação das Ações Prioritárias do Plano de Ação Nacional (PAN) Pato Mergulhão Mergus octosetaceus, 2018-2022”, da Fundação PróNatureza (Funatura), foca no PAN Pato Mergulhão, fazendo a estimativa populacional da espécie. A iniciativa tem como prioridade a avaliação detalhada dos locais de ocorrência e de outros espaços com habitat potencial para a espécie. O projeto contempla Goiás e também Minas Gerais, Bahia, Piauí e Maranhão.

Para conferir a lista completa dos projetos que iniciam no segundo semestre deste ano, acesse o link.

Sobre a Fundação Grupo Boticário

A Fundação Grupo Boticário é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial.

A Fundação Grupo Boticário apoia ações de conservação da natureza em todo o Brasil, totalizando mais de 1.500 iniciativas apoiadas financeiramente. Protege 11 mil hectares de Mata Atlântica e Cerrado, por meio da criação e manutenção de duas reservas naturais. Atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e nas políticas públicas, além de contribuir para que a natureza sirva de inspiração ou seja parte da solução para diversos problemas da sociedade. Também promove ações de mobilização, sensibilização e comunicação inovadoras, que aproximam a natureza do cotidiano das pessoas.

Sobre Da Redação

Leia também

espetáculo

“Encerramento do Amor” em curta temporada no Sesc

Apresentação será exibida nos dias 20 e 21 de outubro (sábado e domingo), sempre às …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!