Foto: Divulgação/7ª Bda Inf Mtz

Militar condecorado participou recentemente de missão ao Líbano

O Exército confirmou nesta terça-feira (8) a morte do general de brigada Carlos Augusto Fecury Sydrião. Nascido em Fortaleza, o chefe do Centro de Inteligência do Exército tinha 53 anos e diversas condecorações na carreira, entre elas o Mérito Tamandaré, destinado a autoridades que tenham prestado serviços de fortalecimento das tradições militares.

Em uma de suas últimas missões, o general Sydrião participou da missão humanitária que levou remédios, vestuário e mantimentos para a capital do Líbano, Beirute, atingida por uma explosão. A missão foi chefiada pelo ex-presidente Michel Temer.

O general Sydrião foi adido de Defesa e chefe da Cooperação Militar Brasileira no Paraguai. Como general, era comandante da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada. De acordo com nota divulgada no site da Secretaria-Geral do Exército, o corpo do militar será velado e cremado nesta quarta-feira (9), às 14 h, na cidade de Valparaíso de Goiás (GO). A cerimônia será restrita a familiares.

O general de brigada Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira. (Foto: Eduardo Maia/Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte)
O general de brigada Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira. (Foto: Eduardo Maia/Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte)

Veículos de imprensa registram que o general teria sido vítima de covid-19. A informação, entretanto, não foi confirmada pelo Hospital das Forças Armadas.

 

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
12 ⁄ 2 =