Modelo tinha tudo para ser um grande sucesso na realidade em que chegou ao Brasil. Porém, um ano depois, o Toyota RAV4 aumentou mais de 33%. Não justifica mais o valor

Híbrido, espaçoso e com preço atraente, o novo Toyota RAV4 tinha tudo para se sair muito bem em nosso mercado. Quando ele chegou, custava praticamente o mesmo que os rivais a gasolina, com a vantagem de um consumo muito mais contido, graças à tecnologia híbrida.  Venceu nosso comparativo (leia aqui), foi eleito Compra do Ano 2020

Logo o Toyota RAV4 passou o ótimo Chevrolet Equinox, e parecia que facilmente ultrapassaria também o VW Tiguan Allspace e assumiria a vice-liderança entre os SUV médios – ou a liderança, se considerarmos que o Jeep Compass, líder de vendas absoluto da categoria, é um quase-compacto e ainda parte de valores bem mais baixos.

Mas, antes mesmo da pandemia, veio a alta do dólar. Era o pior que poderia ocorrer para o modelo, que é importado do Japão. Uma sequência de alta nos preços – conforme um novo lote chegava, a um novo câmbio, mais caro o modelo ficava.

A escalada dos preços

O RAV4 chegou ao Brasil em maio de 2019 por R$ 165.990 (versão S) R$ 179.990 (SX).
O dólar estava a menos de R$ 4. Pouco mais de um mês depois, o RAV4 já subia a
R$ 167.990 e R$ 185.990. Em setembro, o preço aumentou de novo, para R$ 171.850 e
R$ 191.290. Em dezembro, foi a R$ 176.990 e R$ 195.990. Isso com dólar abaixo de R$ 4.

Toyota RAV4

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
21 + 30 =