Modelo teve 1,8 milhão de unidades produzidas e 1,3 milhão de unidades vendidas ao longo de sua trajetória

RESUMINDO A NOTÍCIA

  • Modelo compacto foi projetado a partir do conceito Designed Around the Passenger
  • Versão aventureira CrossFox foi lançado em 2005 no mercado brasileiro
  • Volkswagen também lançou a perua SpaceFox em 2006
  • SpaceCross chegou ao mercado nacional em 2011

Versão aventureira contava com detalhes exclusivos e o marcante estepe colocado na tampa do porta-malas

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

Volkswagen confirmou que não produzirá mais o Fox depois de 18 anos de mercado. O modelo, que era produzido em São José dos Pinhais, no Paraná, teve 1,8 milhão de unidades fabricadas e 1,3 milhão de unidades vendidas ao longo destes anos. Veja a trajetória do hatchback que teve várias versões.

Antes de sair de linha modelo era vendido na versão Xtreme por R$ 67.430

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

Lançado em 2003, o modelo compacto foi projetado a partir do conceito Designed Around the Passenger, em português, desenhado em torno do passageiro. Deste modo, foi desenvolvido “de dentro para fora”. Por isso, o carro tem como característica a posição mais elevada de dirigir, além de ter um bom aproveitamento do espaço interno mantendo suas dimensões compactas.

Transmissão podia ser manual de cinco velocidades ou i-motion, que é um câmbio automatizado

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

Com o passar dos anos e o sucesso de vendas a montadora lançou outras configurações do carro como o CrossFox, que foi lançado em 2005 no mercado brasileiro. A versão aventureira contava com detalhes exclusivos e o marcante estepe colocado na tampa do porta-malas. Por causa do seu estilo, talvez esse modelo seja o primeiro “SUV compacto” da marca no país para rivalizar com modelos com a mesma proposta da concorrência e também com o Ford EcoSport.

Modelo era equipado com propulsor EA111 de 1.6, que entrega 104 cv com torque de 15,4 kgfm

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

A Volkswagen também lançou a perua SpaceFox em 2006. Com o sucesso, o veículo ganhou uma nova opção em 2011, a SpaceCross, que assim como, o CrossFox, contava como detalhes aventureiros exclusivos.

SpaceFox foi lançado em 2006

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

Ao longo dos anos o Volkswagen Fox foi equipado com motor EA111 de 1.0 de 71 cv com 9,1 kgfm de torque. Também tinha o propulsor EA111 de 1.6, que entrega 104 cv com torque de 15,4 kgfm. Além disso, o modelo foi o primeiro da marca a ter um trem de força de três cilindros de 1.0 litros de 12V de 82 cv com torque de 9,7 kgfm.

Modelo foi o primeiro da marca a ter um trem de força de três cilindros de 1.0 litros de 12V

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

A transmissão podia ser manual de cinco velocidades ou i-motion, que é um câmbio automatizado.

Versão Connect tem motor de 1.6 litro, que rende 104 cv com câmbio manual de cinco velocidades

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

Antes de sair de linha, o Volkswagen Fox podia ser comprado por R$ 61.690 na configuração Connect e por R$ 67.430 na versão Xtreme. As duas são equipadas com propulsor de 1.6 litro, que rende 104 cv com câmbio manual de cinco velocidades.

Carro tem como característica a posição mais elevada de dirigir

INTERNET/REPRODUÇÃO

É importante destacar que o Gol continua firme e forte e não sairá tão cedo de linha embora a Volkswagen esteja com dificuldades de fornecimento de peças para abastecer a fábrica de Taubaté onde o compacto veterano é feito. Atualmente, o modelo é vendido a partir de R$ 65.590.

Modelo tinha configuração de duas portas

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

Já para o lugar do CrossFox, o T-Cross é o verdadeiro SUV compacto da montadora assim como o Nivus, ambos fabricados sob a plataforma MQB.

*Em colaboração Felipe Salomão

 

Fonte: Autos Carros/R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
20 + 19 =