SUV de luxo com 435cv e muita tecnologia a bordo mas ficou desproporcionalmente caro em 2021

RESUMINDO A NOTÍCIA

  • Modelo sai por R$ 813,9 mil
  • Carro tem entre-eixos de 2,99 m
  • Transmissão é automática de nove marchas
  • Crossover conta com tração integral
Modelo faz  de 0 a 100km/h em 5,3 segundos

MARCOS CAMARGO JR.
.

A fórmula de sucesso de um crossover grande, pesado e ao mesmo tempo esportivo é assunto sério na linha Mercedes Benz. Entre a família GLE os modelos de sete lugares (e mesmo os comuns, de cinco) tem pacotes interessantes e inusitados como o GLE 53 com pacote AMG, a sigla esportiva da marca da estrela, com bastante conteúdo e performance. Por R$ 813,9 mil seu público é restrito mas o pacote entrega tecnologia à altura do seu público sempre exigente. Pena que tenha ficado tão caro neste ano subindo quase 50% em relação ao ano passado.

MERCEDES-AMG GLE 53 – um SUV de luxo e 435cv por R$ 813 mil! O que ele tem para custar tanto? Veja o vídeo!

Conforto a bordo para a família inteira
O GLE 53 comporta 7 pessoas com bancos inteiramente elétricos, exceto os dois últimos que são rebatíveis manualmente. A segunda fileira conta com sistema de acionamento por botão para ter acesso ao fundo do veículo onde dois adultos não muito altos até que viajam de forma confortável. Ao usar todos os bancos o porta-malas tem 120 litros de capacidade e rebatendo os dois assentos há bons 630 litros.

Velocidade máxima é limitada a 250km/h

MARCOS CAMARGO JR. 
.

Assim, a vida a bordo é muito confortável com o crossover da Mercedes-Benz para todos os ocupantes. Obviamente, na dianteira, o espaço é ainda mais generoso e há equipamentos como o teto solar panorâmico, porta-objetos e pontos de carga de gadjets eletrônicos.

Modelo tem 4,92m de comprimento

MARCOS CAMARGO JR. 
.

Painel futurista
Na dianteira o GLE 53 incorpora toda a tecnologia dos modelos menores já testados pelo R7 como a linha do Classe A. O GLE 53 conta com duas telas digitais acionadas por touchpad e pelo volante de boa empunhadura com sistema multifuncional e mimos como porta copos climatizados, aquecimento dos assentos dianteiros, pontos de carga USB-C e apoio de todas as informações de forma clara para o motorista.

SUV de luxo tem sistema MBUX com tela de 10,25 polegadas assim como o cluster digital personalizável

MARCOS CAMARGO JR. 
.

O SUV de luxo tem sistema MBUX com tela de 10,25 polegadas assim como o cluster digital personalizável. Entre os comandos é possível mudar os mostradores de performance do carro, uso de força e consumo médio e instantâneo e o ruído do escapamento ajustável e com botão virtual com uma pequena tela posicionada dentro do volante.

Vida a bordo é muito confortável com o crossover da Mercedes-Benz para todos os ocupantes

MARCOS CAMARGO JR.
.

Grande e esportivo
E fica claro que estamos falando de um modelo de grande porte: 4,92m de comprimento, entre-eixos de 2,99m, 1,75m de altura e 2,02m de largura o que soma 2.230kg. Mas entra a fórmula superlativa da mecânica seis cilindros longitudinal 3,0 litros 24V e 435cv com 53kgfm disponíveis logo aos 1.800 rpm combinados com transmissão automática de nove marchas e tração integral. Há também sistema híbrido leve para reduzir (ou tentar) o consumo de combustível que ao longo do teste ficou em 7km por litro na cidade e 10km na estrada, aceitável para o peso e porte do carro.

Modelo tem teto solar panorâmico

MARCOS CAMARGO JR. 
.

Com pneus 275/45 na dianteira e 315/40 R21 na traseira as linhas fluídas do carro ganham reforço com os emblemas AMG, escapamento duplo e suspensão adaptativa no amortecimento.

Com isso é preciso dizer que o crossover acelera e muito: faz de 0-100km/h em 5,3s com velocidade máxima limitada a 250km/h. E tem como tirar proveito desse pacote esportivo usando os modos de condução AMG Dynamic Select com quatro modos: Comfort, Sport, Sport+ e individual com múltiplos ajustes e memorização de parâmetros como dureza dos amortecedores, da direção elétrica e resposta do câmbio.

Segunda fileira conta com sistema de acionamento por botão para ter acesso ao fundo do veículo onde dois adultos não muito altos até que viajam de forma confortável

MARCOS CAMARGO JR.
.

Com suas duas toneladas o SUV da Mercedes ainda traz sistema de freios com disco nas quatro rodas de construção perfurada e ventilada com 400X36 na dianteira e 345X25 na traseira com sistema antitravamento. Apesar das dimensões o GLE 53 cumpre com perfeição as curvas fechadas sem susto, mesmo no modo Comfort, enquanto acelera com agilidade nos modos esportivo especialmente controlável pelo shift paddle atrás do volante.

Volante tem boa empunhadura e conta com sistema multifuncional

MARCOS CAMARGO JR.
.

Preço subiu (e muito)
Comercializado antes na faixa de R$ 540 mil (em 2020 com modelos produzidos em 2019) o Mercedes-AMG GLE 53 já custa R$ 813,9 mil, um salto de preço em um intervalo muito pequeno. Diante de concorrentes do mesmo porte como BMW X6, Volvo XC90, Audi Q7 e Q8 a esportividade do GLE 53 surpreende pelo acerto técnico e tecnologia a bordo para toda a família.

 

Fonte: Autos Carros/R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
25 + 16 =