Aulas são disponibilizadas na modalidade EAD com certificação, e inscrições seguem abertas

Com abertura virtual em live promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds) e coordenada pela superintendente da Mulher e da Igualdade Racial, Rosi Guimarães, o Governo de Goiás deu início, na última sexta-feira, dia 14, ao curso on-line com o tema Violência de gênero: fundamentos e metodologia para o atendimento psicossocial.

A ação faz parte das atividades em comemoração ao aniversário de 14 anos da criação da Lei Maria da Penha e compõe o Pacto Goiano Pelo Fim da Violência Contra a Mulher. O curso tem o objetivo de proporcionar acesso e aprofundar discussões relativas ao atendimento psicossocial em casos de violência de gênero, e é voltado aos profissionais que atuam na Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar nos 246 municípios goianos.

De acordo com Rosi, o objetivo de promover o curso é aproximar dos município as políticas públicas do Governo de Goiás para o enfrentamento à violência doméstica. “Queremos capacitar esses profissionais que atuam em cada município e apresentar a eles a rede estadual de enfrentamento, para que eles tenham maior conexão e criem nos municípios as redes que serão locais e permanentes.”

Participaram da abertura o juiz Vitor Umbelino Soares Júnior, titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, de Rio Verde; o promotor de Justiça José César Naves de Lima, titular da 7ª Promotoria de Justiça de Itumbiara — Rede da Mulher; a tenente-coronel Michela Rodrigues, coordenadora estadual da Patrulha Maria da Penha; a delegada Paula Meoti, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam); a defensora pública Gabriela Hamdan, coordenadora do Núcleo Especializado de Defesa e Promoção dos Direitos da Mulher (Nudem); a secretária-geral adjunta e coordenadora-geral da Ordem dos Advogados do Brasil Secção Goiás (OAB-GO), Delzira Menezes; a presidente da Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica — Comissão Goiás, Larissa Junqueira; a presidente do Conselho Estadual da Mulher (Conem), Ana Rita Marcelo de Casto.

Além da advogada e diretora municipal de Execução de Políticas Públicas para as Mulheres de Goiânia, Ludmilla Daher; a psicóloga Paula Santos, coordenadora de Atenção à Saúde de Pessoas em Situação de Violência, da Secretaria Estadual de Saúde (SES); a psicóloga Uera Morselli, da PUC-GO; e a socióloga Aava Santiago, que representou a sociedade civil; além da gerente de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, da Seds, Juliana Caiado.

Foram registrados até a abertura 271 inscritos, que terão, a partir de agora, 30 dias para acessar os conteúdos e cumprir uma carga horária de 40 horas. As aulas são disponibilizadas na modalidade a distância (EAD), com certificação. As vagas são ilimitadas, e as inscrições ainda podem ser feitas pelo site ead-genero-goias.com. A realização é em parceria com o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) e o Ministério Público (MP-GO).

Na grade do curso constam temas como os métodos de atuação com mulheres e homens envolvidos na situação de violência, com destaque aos Grupos Reflexivos. “Foi comprovado que esses grupos tiveram sucesso de aprovação com os participantes, e ajudaram a impedir a reincidência”, explicou a superintendente Rosi, na abertura on-line do curso.

Mais informações: (62) 3201-1992

Comunicação Setorial Seds – Governo de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
21 − 4 =