Escolhido para presidir a agência, sabatinado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo da CLDF, é ex-distrital

A Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo (CDESCTMAT) da Câmara Legislativa aprovou nesta sexta-feira (23), por unanimidade, em reunião virtual, a indicação do ex-deputado distrital Raimundo Ribeiro para o cargo de diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa). A indicação agora segue para apreciação do plenário da Câmara Legislativa, o que deverá acontecer na próxima semana.

Antes da votação, Ribeiro foi sabatinado pelos integrantes do colegiado e destacou que integra a diretoria Adasa há quase dois anos, experiência que, segundo ele, o ajudou a dominar e “conhecer muito bem a instituição”. O futuro presidente da Adasa também informou que a entidade conta atualmente com um sistema de gestão de recursos hídricos que opera em tempo real e está mais bem preparada para enfrentar uma eventual crise hídrica.

Ribeiro adiantou que a partir do próximo ano o DF poderá contar com a captação de água do sistema de Corumbá IV. Informou ainda que a captação de água no Lago Paranoá será mantida, inclusive com a possibilidade de ampliação. “Se acontecer uma nova crise hídrica, com certeza, estamos aptos a enfrentá-la”, enfatizou.

Após a sabatina, o presidente da CDESCTMAT e relator do processo, deputado Eduardo Pedrosa (PTC), apresentou parecer favorável à indicação, que foi aprovado por unanimidade pelo colegiado. Integrantes da comissão, o deputado Robério Negreiros (PSD) afirmou que o indicado dispensa comentários pela sua “bagagem e formação” e o deputado Delmasso (Republicanos) enalteceu a “competência e a seriedade” do ex-distrital. “Tenho certeza de que tendo Raimundo Ribeiro à frente, a Adasa dará uma guinada para cumprir seu papel com eficiência e qualidade”, assinalou. Já o deputado Agaciel Maia (PL), que participou da reunião, parabenizou o governo e o ex-parlamentar pela escolha. Para ele, a Adasa precisa de pessoas preparadas para enfrentar os desafios que a área requer.

Luís Cláudio Alves
Foto: Reprodução TV WEB CLDF
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
6 × 11 =