Um dos torneios é classificatório aos Jogos Olímpicos de Tóquio

O Campeonato Pan-Americano adulto de Ginástica Artística, Rítmica e de Trampolim e a Copa Pan-Americana de Clubes de Ginástica de Trampolim serão realizados no Brasil no mês de junho. A confirmação foi feita nesta quinta-feira (21) pela União Pan-Americana de Ginástica (UPAG). A cidade-sede e as datas dos torneios ainda não foram definidas.

Francisco Barretto na prova de soloFoto: Reprodução/Federación Deportiva Peruana de Gimnasia

Anteriormente, o direito de organizar os eventos era da federação norte-americana, a USA Gymnastics. O plano era fazer as competições em Birmingham, no Alabama. Mas, nesta quinta-feira (21), os americanos abriram mão da prioridade de sediar os torneios e a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica, Luciene Resende, confirmou a candidatura brasileira, que já havia sido apresentada em setembro de 2020.

FranciscoBarreto.jpg Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

“É claro que a possibilidade de disputar em casa uma competição importantíssima, classificatória para a Olimpíada, é um trunfo muito valioso. Com a confirmação de que poderemos organizar a competição, estamos ainda mais confiantes de que poderemos assegurar vagas olímpicas para a Ginástica do Brasil”, disse Luciene.

Luciene Resende - Presidente da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG)
Luciene Resende – Presidente da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) – Ricardo Bufolinrbufolin@hotmail

O direito de sediar um evento como o Campeonato Pan-Americano, na avaliação de Luciene, tem um significado que transcende a teórica elevação das chances de classificação olímpica. “É sempre importante realizar grandes competições e divulgar ainda mais o nosso esporte. Isso é fundamental para atrairmos novos praticantes para a modalidade”, acrescenta a dirigente.

Foto: Divulgação/ Federação Internacional de Ginástica (FIG)

 

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
12 ⁄ 3 =