Foi publicado o edital do processo seletivo do Ministério da Economia, que oferta 100 vagas imediatas mais 490 para formação de cadastro reserva, para cargos com exigência de formação em nível médio/técnico e superior

Os salários foram fixados em R$ 1.700,00 para o cargo de nível médio e entre R$ 3.800 e R$ 6.130,00 para superior.

Sob organização do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro – IDIB, as inscrições já estão abertas e se estendem até 14 de março. Será necessário pagar uma taxa que varia conforme a escolaridade.

Os candidatos serão avaliados através de duas etapas, sendo uma prova objetiva, a ser realizada na primeira quinzena de abril, e uma prova de títulos.

Confira a Análise de edital do Processo Seletivo do Ministério da Economia com o Prof. Tiago Zanolla, a partir das 18h de HOJE!

A fim de te deixar sempre por dentro de todas as novidades, elaboramos este artigo com as principais informações sobre o concurso e as seleções do Ministério da Economia. Acompanhe os tópicos e não perca nenhum detalhe:

Você sabia que no pss do Ministério da Economia de 2020, das 37 vagas na área de Direito, 19 aprovados foram alunos do Estratégia? Se você também quer fazer parte dessa estatística, não perca tempo e estude com a Coruja!

Processo Seletivo Ministério da Economia – 2021

Principais datas

Aqueles interessados em garantir sua inscrição devem acessar o site da banca organizadora, o IDIB, entre os dias 08 de fevereiro e 14 de março, além de pagar uma taxa no valor de R$ 36,00 para nível médio e R$ 38,00 para nível superior.

  • Inscrições: 08/02 a 14/03/2021
  • Isenção da taxa: 08 a 10/02/2021
  • Pagamento da taxa: até 24 horas após a emissão da GRU.
  • Prova objetiva: 11/04/2021
horários das provas do concurso ministério da Economia

Distribuição das vagas

Classificação da Atividade Perfil Profissional Vagas Salário Escolaridade
Atividades Técnicas de Complexidade Intelectual Administração, Economia, Contabilidade ou Direito 04 + 36 CR R$ 6.130,00 Nível superior
Atividades Técnicas de Suporte I Qualquer área de formação 48 + 202 CR R$ 3.800,00 Nível superior
Atividades Técnicas de Suporte II Qualquer área de formação 40 + 200 CR R$ 3.800,00 Nível superior
Atividades Técnicas de Formação Específica Técnico em Administração, Contabilidade ou Informática 08 + 52 CR R$ 1.700,00 Nível médio/técnico
  • Atividades Técnicas de Complexidade Intelectual: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior na área de administração, economia, contabilidade ou direito, e fornecido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. Experiência profissional superior a três anos em organizações públicas ou privadas na sua área de atuação; ou possuir título de pós-graduação lato sensu, mestrado ou doutorado na área.
  • Atividades Técnicas de Suporte: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, e fornecido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação.
  • Atividades Técnicas de Formação Específica: Nível médio técnico em Administração, Contabilidade ou informática;

Etapas do concurso

  • Prova Objetiva para todos os cargos (eliminatório e classificatório);
  • Avaliação de Títulos para todos os cargos (classificatório).

Prova Objetiva

A prova objetiva será composta por 60 questões de múltipla escolha, com cinco alternativas (A, B, C, D, E), sendo apenas uma correta. As provas serão realizadas na cidade de Brasília/DF, com duração total de 4 horas.

Será considerado habilitado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 50% do total de pontos da prova, desde que não obtenha nota igual a ZERO em nenhum dos conteúdos.

  • Língua Portuguesa – 15 questões, peso 1
  • Ética na Administração Pública e Legislação – 05 questões, peso 1
  • Informática Básica – 10 questões, peso 1
  • Conhecimentos Específicos – 30 questões, peso 2

Avaliação de Títulos

A prova de títulos valerá 10,00 pontos, ainda que a soma dos valores seja superior a esse valor. Somente serão aceitos os títulos abaixo relacionados, expedidos até a data de envio, e o julgamento obedecerá aos respectivos critérios de pontuação:

títulos do concurso Ministério da Economia temporários

Edital Estratégico Ministério da Economia: baixe gratuitamente

Atividades Técnicas de Suporte II

Atividades Técnicas de Suporte I

Atividades Técnicas de Formação Específica

Atividades Técnicas de Complexidade Intelectual

IMPORTANTE: Ao clicar nos links acima, vai ser aberta uma janela do Google Drive que tentará carregar a visualização da planilha no seu navegador. Não há necessidade de esperar essa visualização (talvez até nem carregue, já que os arquivos são pesados).

Faça o download clicando na seta para baixo no canto superior direito da janela do Google Drive que vai ser aberta ao clicar nos links acima.

Todos os arquivos foram testados em diferentes computadores e celulares e estão ok. Talvez alguma incompatibilidade (ou mensagem de erro, como “arquivo inválido”) ocorra em virtude do seu próprio computador ou do tamanho dos arquivos que possuem mais conteúdo.

Processos Seletivos do Ministério da Economia – 2020

Áreas de Direito e Arquivologia

Sob organização do Cebraspe, o edital de Processo Seletivo Simplificado ofertou 39 vagas temporárias. As oportunidades foram para atividades técnicas de complexidade intelectual de nível superior para profissionais de Direito e Arquivologia.

Os profissionais contratados serão lotados na Comissão Especial dos Ex-Territórios Federais de Rondônia, do Amapá e de Roraima do Ministério da Economia, para desempenhar as funções requeridas em Brasília/DF. O salário para ambos os cargos é de R$ 6.130,00.

Resultado final e homologação

PSS Ministério da Economia

Área de T.I.

O edital do processo seletivo para área de T.I. também contou com a organização do Cebraspe. Foram ofertadas 350 vagas temporárias distribuídas entre sete especialidades da área de Tecnologia da Informação.

Os candidatos aprovados serão lotados em Brasília-DF e receberão remuneração inicial de R$ 8.300,00. O tempo de contrato dos servidores será de, no máximo, quatro anos.

Resultado final e homologação

PSS Ministério da Economia TI | Retif. 1 | Retif. 2

Concurso Ministério da Economia – Efetivos

De acordo com fontes internas do Ministério da Economia, posteriormente será realizado um concurso público com vagas efetivas. Vale lembrar que o ME não realiza concurso público desde 2015.

Na época, ainda com nome de Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), foram ofertadas 556 vagas para diversos cargos de nível superior.

Último concurso Ministério da Economia

Em 2015, ainda com nome de Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), o último concurso aconteceu com a oferta de 556 vagas. As oportunidades se distribuíram entre cargos de nível superior.

Sob organização do Cespe, atual Cebraspe, os cargos contemplados foram de Administrador, Analista Técnico-Administrativo, Arquivista, Contador, Médico, Técnico em Assuntos Educacionais, Arquiteto, Economista, Engenheiro, Analista em T.I., Assistente Social, Geógrafo, Geólogo e Técnico de Nível Superior.

Etapas e provas

Os candidatos foram avaliados por meio de Provas Objetivas, Provas Discursivas e Avaliação de Títulos, a depender da função pretendida. As provas tiveram duração de 4 horas e 30 minutos.

Lista de provas do concurso Ministério da Economia

Edital MPOG-2015


Quer estudar para o concurso Ministério da Economia?

Informações sobre o concurso Ministério da Economia

Informações sobre o PSS Ministério da Economia

  • Data da prova: 11/04/2021
  • Vagas: 100 + 490 CR
  • Cargos: Atividades Técnicas
  • Banca: IDIB
  • Escolaridade: Nível médio/técnico e superior
  • EditalEdital ME 2021

 

Fonte: Estratégia Concursos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
30 ⁄ 3 =