Alerta no Planalto

Mesmo com os acenos feitos aos caminhoneiros pelo presidente, a turma da Abin está monitorando a categoria de olho em uma suposta paralisação no próximo dia 01.  Pelo sim, pelo não, o Exército já está de prontidão para evitar bloqueios de estradas e ações que venham criar uma nova crise no abastecimento. A avaliação é de que um movimento como esses agora, incendiária deve a oposição, com relaxos trágicos na economia e, obviamente, na avaliação sobre Bolsonaro.

 

Alerta no Planalto II

Analistas avaliam que o impacto do aumento do diesel não é tão grande assim, e pode ser contornado por medidas econômicas que aliviem os caminhoneiros, desde que apoiadas pelo Congresso. O problema está em que certas lideranças da categoria não estão mais tão sintonizadas com o governo.

 

Alerta no Planalto III

Exemplo dos nervos à flor da pele foi a reação do presidente quando soube que dezenas de caminhos estavam se enfileirando em São Paulo. Bolsonaro ligou pra Deus e o mundo, mas so se acalmou quando soube que o protesto não era contra o novo preço do diesel, mas pelo aumento do ICMS do Doria.

 

E o emprego?

taxa de desocupação (14,1%) no trimestre de setembro a novembro de 2020 ficou estável em relação ao trimestre de junho a agosto (14,4%) e cresceu 2,9 p. p. frente ao trimestre setembro a novembro de 2019 (11,2%).

 

E o emprego II

O número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado (excluindo-se trabalhadores domésticos), estimado em 30,0 milhões, cresceu 3,1% (mais 895 mil pessoas) frente ao trimestre anterior e caiu 10,3% (menos 3,5 milhões de pessoas) ante o mesmo trimestre de 2019. O número de empregados sem carteira assinada no setor privado (9,7 milhões de pessoas) subiu 11,2% (mais 980 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e caiu 17,6% (menos 2,1 milhões) ante o mesmo trimestre de 2019.

 

E no DF?

Pesquisa de Emprego e Desemprego realizada pela Codeplan e pelo Dieese mostra que a taxa de desemprego total ficou relativamente estável, passando de 17,8% para 18,0% de novembro para dezembro. Já a taxa de participação (proporção de pessoas com 14 anos e mais incorporadas ao mercado), passou de 64,5% para 64,4%.

 

Com colarinho

Representante da Abrasel saíram otimista da reunião com o presidente, onde ele sinalizou que vai tomar medidas de proteção ao segmento de bares e restaurantes. Além de sinalizar com a proposta de promover nova prorrogação na medida de suspensão de contratos de trabalho e redução de jornada, Bolsonaro estuda adiar o pagamento pelos empresários de parcelas do Pronampe.

 

CLT na pauta

O governo federal abriu consulta pública para duas propostas de portaria e um decreto sobre legislação trabalhista. As participações podem ser enviadas até fevereiro, pelo portal Participa Mais Brasil. Até o dia 18, serão aceitas sugestões para duas minutas que reúnem, revisam e simplificam, respectivamente, mais de 40 atos referentes à segurança e saúde no trabalho e mais de 120 atos sobre legislação trabalhista.

 

bsbagora@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
28 ⁄ 14 =