Ibaneis cede e alivia bares

O aumento do processo de vacinação, a garantia de que as medidas de prevenção serão tomadas pelos estabelecimentos e a apresentação de um estudo da Abrasel mostrando queda de faturamento no setor, com o risco de colapso nos empregos, motivaram a decisão de Ibaneis de liberar o funcionamento de bares e restaurantes após as 23 horas. Medida que já está em vigor a partir de hoje (04 de fevereiro).

 

Ibaneis cede II

A Abrasel demonstrou uma queda de faturamento de 40% desde que os horários de funcionamento foram restringidos até as 23h, em dezembro do ano passado. Pelas contas do setor, a manutenção da medida em fevereiro, que tem um bom movimento, poderia levar ao fechamento de vários estabelecimentos e a perda de mais de mil empregos em um só mês.

 

Ibaneis cede III

O governador estipulou novas medidas de segurança, principalmente para os estabelecimentos que funcionam com serviço self-service, e deixou claro que qualquer recrudescimento no número de contaminados pelo coronavírus pode levar a novas medidas restritivas.

 

Peixe afogado

Como se não bastasse a crise provocada pela Covid, os donos de restaurantes estão vivendo outro momento de apreensão com a situação do site de descontos Peixe Urbano, que inclusive passou uma semana fora do ar.  A empresa de cupons de desconto vem atrasando pagamentos a fornecedores e clientes desde 2019, mas a situação piorou com crise. Milhares de restaurantes estariam sem receber desde o ano passado.

 

Quase empatado

A crise de arrecadação dos estados atingiu 19 das 27 unidades federativas, o DF entre elas. Mas no somatório geral, a situação aqui tendeu ao equilíbrio, com queda de apenas 0,03%. O Pior quadro foi o do Ceará com queda de 6,38%.  Sete estados (MS, MT, TO, PA, RO, Al e RR) tiveram aumento na arrecadação, a maioria pelo impacto positivo das atividades agropecuárias.

 

União renegocia

O Governo Federal estuda o lançamento de um programa de renegociação dos débitos tributários. Seguiria o exemplo do GDF, mas sem abrir para todo mundo. Seria renegociado caso a caso, o que já está alimentando as esperanças de ganhos futuros em muitos escritórios de tributaristas.

 

A Greve Porcina

Encerrou-se sem fazer alarde a movimento dos caminhoneiros, como anunciado pela coluna. Baixa adesão e os impactos negativos de uma paralisação em plena pandemia fizeram as últimas entidades que representavam o setor e que apoiavam o movimento a optar por seu encerramento. Como foi uma greve que quase ninguém viu, ganhou o apelido de “Porcina, aquela que foi viúva sem ser”.

 

Turismo só em dezembro

As principais empresas de turismo do pais trabalham com números nada alentadores para 2021. Segundo a maior delas, a CVC, retomada mesmo, só em dezembro, após as vacinas, e ainda assim, restritas em sua maioria às viagens pelo Brasil.

 

bsbagora@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
24 ⁄ 12 =