Folia fora de hora

O governador Ibanez ficou particularmente irritado com as fotos de vários bares por todo o DF lotados, desrespeitando as regras de isolamento como as que preveem distanciamento maior entre as mesas, nos dois primeiros dias de carnaval.  No domingo mesmo, a PM já reforçou operações em regiões como o Sudoeste onde foram registrados abusos.

 

Folia fora de hora II

Nesta segunda, Ibanez determinou que as operações fossem reforçadas com agentes de fiscalização e PMs prontos para autuar os estabelecimentos que quebrarem as regras. A operação começaria no final da tarde e se estenderia até o horário do fechamento, passando por todas as regiões administrativas.

 

Folia fora de hora III

Muitos bares e restaurantes estavam comemorando a grande frequência obtidas durante carnaval por conta da suspensão de blocos, o que empurrou os foliões para os bares. Mas nesta comemoração, acabaram afrouxando as regras. Ibanez ficou tão irritado que nem descarta a volta de horários mais rígidos.

 

DF puxa o trem, mas …

Dados do IBGE mostram que o Distrito Federal registo5ru a maior expansão do setor serviços no mês de dezembro. O índice de 4,0% ficou bem maior que o segundo colocado (RJ, com 1,8%). Mesmo assim o crescimento no último mês do ano nem chegou perto da queda em relação a 2019 (-14,2%). A alta foi puxada pelo segmento atividades prestas a família”.

 

Inflação menor para o andar de baixo

A taxa de inflação para as famílias de renda mais baixa (cujo rendimento familiar mensal é menor que R$ 1.650,50) apresentou um recuo de 1,58%, em dezembro, para 0,21% no primeiro mês de 2021, segundo o IPEA. A análise revelou ainda que, na faixa que representa as famílias de renda mais alta (com rendimento domiciliar superior a R$ 16.509,66), a taxa de inflação passou de 1,05% para 0,29% no mesmo período.

 

Inflação menor para o andar de baixo II

Infelizmente, razão para a queda não é das melhores. O motivo pode ser a menor demanda por produtos populares com a redução do consumo desses itens por conta da paralisação no auxílio emergencial.

 

Gargalos turísticos

O Ministério do Turismo mapeou a disponibilidade de internet pública gratuita em destinos turísticos estratégicos do País. O resultado é que 74% destas rotas ainda não contam com cobertura de rede pública. De um total de 117 destinos analisados, 87 não possuem Wi-Fi em seus principais atrativos. A falta de planejamento e de estrutura local são os motivos determinantes apontados no levantamento. Nesta foto, o DF passou com louvor, inclusive com oferta de internet pública gratuita.

 

Puxadinhos

Um dos pedidos feitos na audiência pública realizada pela a Seduh para discutir os chamados puxadinhos da Asa Sul (utilização de áreas públicas por atividades comerciais), foi que a possibilidade de ocupação fosse ampliada para outras atividades além de bares e restaurantes, como academias, por exemplo. A secretaria descartou a possibilidade neste momento.

 

bsbagora@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
19 ⁄ 1 =