Rebecca Landrith/Foto: Reprodução Instagram

De acordo a revista People, um caminhoneiro foi preso acusado de homicídio criminoso e abuso de cadáver, mas ele nega

A ex-modelo Rebecca Landrith, de 47 anos, foi encontrada morta, no último domingo (7), no oeste da Pensilvânia, nos EUA. De acordo com a revista People, o corpo foi achado ao lado de uma rampa da estrada interestadual 80 com marcas de tiros e sinais de abuso sexual.

A polícia precisou fazer o reconhecimento através de suas impressões digitais já que não encontrou nenhum documento no local. De acordo com o coronel Dominick Adamo, do condado de Union, o corpo de Rebecca tinha ferimentos de tiros na cabeça, pescoço, garganta, peito e mão.

Segundo a revista People, um caminhoneiro foi preso na quarta-feira (10) suspeito de matar Rebecca depois que a polícia encontrou dados dele em uma nota fiscal que estava no bolso da jaqueta da vítima. O homem foi acusado de homicídio criminoso e abuso de cadáver, mas ele nega ter conhecido a modelo.

O site PhillyVoice informou ainda que a polícia teria encontrado sangue e cápsulas de balas no caminhão de Tracy, além de alvejante e produtos de limpeza que teriam sido usados para limpar o veículo.

Landith foi uma das finalistas dos concursos Miss Manhattan e no America’s It Girl Miss Lady Liberty, ambos em 2014. Ela nasceu no estado da Virgínia e, segundo seu irmão, teria se afastado da família nos últimos cinco anos. Por isso, os familiares não sabem ao certo o que poderia ter resultado na morte dela.

 

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
16 + 21 =