Documento do IML obtido com exclusividade pela Record TV revela perguntas feitas a peritos durante autópsia do menino

RESUMINDO A NOTÍCIA

  • Laudo complementar mostra que hemorragia provocada por lesão no fígado causou a morte
  • Henry morreu em poucos minutos após a agressão
  • Exame preliminar já indicava 23 pontos de lesões pelo corpo
  • Monique Medeiros e Dr. Jairinho estão presos apontados como responsáveis pela morte do menino
Henry morreu no dia 8 de março

REPRODUÇÃO/ RECORD TV

Record TV obteve acesso exclusivo ao laudo complementar do IML (Instituto Médico Legal) sobre a morte de Henry Borel, de 4 anos, no dia 8 de março.

O documento de autópsia revela perguntas feitas aos peritos, que concluíram que o menino morreu em decorrência de uma pancada forte no fígado, que provocaram uma hemorragia, levando a óbito em poucos minutos.

Um laudo preliminar já havia apontado lesões em 23 pontos do corpo.

Pergunta: “Há sinais de asfixia, engasgamento ou lesões na boca ou vias aéreas?”

Resposta: Existe uma pequena ferida no lábio, que pode ter sido causada durante uma possível tentativa de intubação no hospital. Não identifiquei sinais de esganadura no pescoço e não identifiquei sinais de engasgamento nas vias aéreas superiores.

“Há sinais de maus tratos, crônicos ou não ?”

Resposta: Não

“Apesar da causa da morte ser atribuída à laceração hepática, as demais lesões descritas em pulmões e rins, além de hemorragia retroperitonial e para aórtica, podem ter causado perda volêmica que contribuiu com o resultado final? Em caso positivo, podemos dizer que a causa da morte inclui outras lesões intracavitárias?”

Lesão no fígado provocou morte de Henry Borel, segundo laudo

REPRODUÇÃO/RECORD TV

Resposta: Não, a causa da morte foi a hemorragia interna por lesão hepática ainda que existam outras lesões intracavitárias que guardem nexo causal com o evento que gerou o óbito.

“Informe o Perito, se a presença de infiltrações hemorrágicas em couro cabeludo em três regiões distintas (parietal direita, occipital e frontal) poderia ter sido causada por um único trauma ou ainda por uma única ação. Seria possível uma queda de altura, causar três lesões distintas, como citado?”

Resposta: Tais lesões correspondem a três ações contundentes distintas.

“É possível que um acidente doméstico correspondente a uma queda livre provoque as lesões documentadas?”

Resposta: A quantidade de lesões externas e internas observadas em diferentes regiões do corpo não pode ser proveniente de uma queda livre ocorrida no interior de um apartamento.

Informe o Perito, se a presença de infiltrações hemorrágicas em couro cabeludo em três regiões distintas (parietal direita, occipital e frontal) poderia ter sido causada por um único trauma ou ainda por uma única ação. Seria possível uma queda de altura, causar três lesões distintas, como citado?”

Resposta: Tais lesões correspondem a três ações contundentes distintas.

É possível que um acidente doméstico correspondente a uma queda livre provoque as lesões documentadas?”

Resposta: A quantidade de lesões externas e internas observadas em diferentes regiões do corpo não pode ser proveniente de uma queda livre ocorrida no interior de um apartamento.

 

Fonte: RIO DE JANEIRO | Victor Tozo, do R7*

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
17 + 16 =