Time era um dos seis da Inglaterra a ingressar em novo torneio europeu

O líder da Premier League, Manchester City, se tornou o primeiro dos 12 clubes fundadores a desistir da recém-criada Superliga Europeia, nesta terça-feira (20).

O Chelsea, de acordo com a BBC, está preparando documentação para se retirar da polêmica nova competição, mas o City já confirmou sua decisão de forma oficial.

Uma breve nota em seu site informou: “O Manchester City Football Club confirma que promulgou formalmente os procedimentos para se retirar do grupo que desenvolve planos para uma Superliga Europeia”.

O City foi um dos seis clubes ingleses a ingressar na nova liga, anunciada no domingo (18), gerando uma série de condenações dentro e fora do futebol e ameaças de sanções por parte da Uefa, órgão que controla o futebol europeu.

A mudança foi rapidamente saudada pelo presidente da Uefa, Aleksander Ceferin.

“Estou muito satisfeito por receber o City de volta à família do futebol europeu … É preciso coragem para admitir um erro, mas nunca duvidei que eles tivessem a capacidade e o bom senso para tomar essa decisão. O City é um verdadeiro trunfo para o esporte”, disse ele em um comunicado.

 

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
20 ⁄ 5 =