Projeto “Coleções Pensadores do Brasil” tem como meta promover novas reflexões acerca da formação cultural e intelectual brasileira

OMinistério da Educação (MEC), em parceria com o Instituto General Villas Bôas, lançará o projeto “Coleções Pensadores do Brasil”, que tem como proposta a reedição, por meio impresso e digital, de 100 títulos de obras literárias de intelectuais e pensadores que influenciaram na formação da identidade nacional, em comemoração ao bicentenário da Independência do Brasil.

Parceria resgatará obras que construíram a identidade nacional

O público-alvo prioritário são professores e estudantes universitários e do ensino médio – Foto: Banco de imagens

O projeto tem como objetivo promover novas reflexões acerca da formação cultural e intelectual brasileira, de modo a abrir espaço para retomar a ideia do papel revolucionário da Educação como fator indispensável para se construir um país menos desigual e mais democrático.

A ação terá abrangência nacional, visando a envolver instituições públicas e privadas, como bibliotecas, editoras, livrarias, empresas privadas, organizações do terceiro setor, universidades, centros de estudo e pesquisa, órgãos dos governos Federal, estaduais e municipais, Legislativo e Judiciário, na divulgação de obras e autores brasileiros relevantes para a formação da nacionalidade.

O público-alvo prioritário são professores e estudantes universitários e do ensino médio, assim como pesquisadores e profissionais das áreas de Ciências Políticas, História, Pedagogia, Direito, Sociologia, Jornalismo, entre outras áreas afins.

 

Com informações do Ministério da Educação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
24 × 3 =