Down vira prioridade na vacinação

Depois de uma solicitação do deputado distrital, Eduardo Pedrosa (PTC), o Governo do Distrito Federal incluiu pessoas com Síndrome de Down no próximo grupo prioritário para receber a vacina contra Covid-19. O parlamentar anunciou a novidade pelas suas redes sociais na sexta-feira: “Comunico que acabo receber uma resposta do Chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, sobre a inclusão das pessoas com síndrome de Down nos grupos prioritários de vacinação. Eles estarão inseridos no grupo após os idosos, conforme nossa solicitação”.

 

DF lidera

O Distrito Federal lidera o ranking de vacinação contra a Covid-19 no País com 3,2% da população já vacinada até a última sexta-feira (5), o que representa um total de 97.793 pessoas contempladas com a primeira dose do imunizante.

 

Compra de vacinas

A Comissão Especial da Vacinação da Câmara Legislativa do Distrito Federal vai defender junto ao ministro do STF, Ricardo Lewandowski, o direito de cada unidade da Federação comprar diretamente vacinas contra a covid-19. O Estado da Bahia já discute no Supremo o direito de comprar vacinas.   

 

Reguffe se mexe

O senador Reguffe (Podemos) já começou a se mobilizar para a consolidação de seu nome na disputa ao Palácio do Buriti em 2022. Nos últimos dias, o senador tem mantido conversas reservadas com diversos grupos políticos e busca associar-se em sua possível chapa um político de perfil jovem, empresarial e desvencilhado do que chamam de “velha política”. Uma parceria com um distrital é considerada.

 

Maia e a traição

O ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) ainda não conseguiu assimilar a traição do presidente do DEM, ACM Neto. Ele não perde a oportunidade de disparar e chega a dizer que o partido voltou para a “extrema-direita dos anos 1980”. Tem hora que Maia até parece que é de esquerda. Já tem gente falando para Maia aquela famosa frase: aceita que dói menos.

 

Anistiar hackers

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) quer anistiar os hackers que divulgaram os terríveis diálogos entre o então juiz Sérgio Moro e promotores, que desnudaram a Operação Lava Jato. Calheiros diz que “a contribuição para a democracia justifica tirá-los da cadeia e inclui-los no Panteão da Pátria”.

 

Sonho

Alguns setores do MDB sonham em ocupar o lugar deixado pelo DEM na montagem de uma suposta frente de oposição contra Jair Bolsonaro em 2022. O problema é que o MDB trai até mesmo seus candidatos. A eleição recente do Senado mostrou essa triste realidade.

 

Novo amor

Acusada de ser mandante do assassinato do ex-marido, o pastor Anderson do Carmo, a deputada Flordelis (PSD-RJ) começou a reorganizar sua vida com um novo amor, o produtor Allan Soares. Enquanto isso, a Câmara dos Deputados não toma qualquer providência para afastar a parlamentar.

 

Iris e Caiado

O ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB-GO) estaria vendo com bons olhos o convite do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), para comandar o programa de habitação do governo goiano. Paralelo a isso, fala-se no nome de Iris para o comando do MDB no lugar de Daniel Vilela, uma engenharia política difícil no atual momento.

 

Hospital de campanha

Mais uma confusão na lamentável crise sanitária vivida pelo estado do Amazonas. O Ministério Público Federal (MPF) está investigando falta de controle da prestação de serviços no Hospital de Campanha Nilton Lins, em Manaus, com indícios de faturamento de notas fiscais sem a contraprestação de serviços durante o ano de 2020.

 

Carlos Honorato
pontofinal@carloshonorato.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
26 − 17 =