Desafio de Lira

O presidente da Câmara, Arthur Lira, tem o seu primeiro desafio: o caso da prisão em flagrante do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) por ordem do ministro do STF, Alexandre de Moraes. O parlamentar divulgou um vídeo no qual faz apologia ao AI-5, instrumento de repressão mais duro da ditadura militar, e defende o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF), o que é inconstitucional. Será que o Centrão vai passar a mão na cabeça do parlamentar? E mais: seria uma boa oportunidade de dar mais rapidez ao caso da deputada Flordelis (PSD-RJ), indiciada como mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo de Souza – assassinado com mais de 30 tiros em junho de 2019.

 

Alerta de Haddad

Lançado candidato à Presidência da República em 2022 pelo ex-presidente Lula, Fernando Haddad vê os ataques e ameaças do STF feitas pelo deputado bolsonarista Daniel Silveira com o propósito de criar um clima para o “fechamento do regime”. Pelo Twitter, Haddad diz que se Daniel Silveira não for cassado, “o recado para Bolsonaro avançar estará claro”.

 

Lembrança

No novo reordenamento do seu ministério, o presidente Jair Bolsonaro pode se lembrar do ex-deputado Alberto Fraga (DEM-DF), que já esteve cotadíssimo para o Ministério da Segurança Pública, fruto de um possível desmembramento do Ministério da Justiça.

 

Armas e vacinas

As doses de vacinas acabando em vários estados e o presidente Jair Bolsonaro preocupado na flexibilização da compra de armas. Tem alguma coisa errada. Afinal, armas só contribuem para o aumento da criminalidade. Até mesmo parlamentares do Centrão estão contra a iniciativa presidencial.

 

Fecomércio de luto

A Fecomércio-DF e o setor produtivo do DF estão de luto. Em função de complicações do Covid-19, faleceu o presidente Francisco Maia. Muito ativo no combate a pandemia, Maia tinha muitos planos para o futuro da Fecomércio após o fim da pandemia.

 

Iges em alta

Um grande feito do Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal. Em dois anos, juntamente com dois hospitais e pela seis UPAs, o Iges-DF realizou 11,2 milhões de procedimentos médico-hospitalares. Os dados estão registrados no DataSUS, do Ministério da Saúde.

 

Hospital da Criança

Comemorando o atual estágio que se encontra o Hospital da Criança do DF, o deputado Agaciel Maia já planeja conseguir emenda no valor de R$ 4 milhões para continuar no seu trabalho na luta contra o câncer em crianças no DF. Maia lembra que o hospital atende exclusivamente pelo SUS e é uma referência no tratamento de câncer de crianças no Brasil.

 

Contra violência

A deputada Celina Leão quer tornar obrigatória a inclusão de matérias sobre o combate e prevenção da violência contra a mulher nos cursos de formação dos profissionais de segurança pública. A parlamentar acredita que o seu projeto pode ajudar a coibir a violência contra a mulher. Ela cita, entre as formas dessa violência, a violência institucional, que se dá quando um servidor do Estado a pratica.

 

Caiado 2022

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), articular um grande frente para 2022. A ideia é colocar o MDB – poderia ser Daniel Vilela – como vice e Henrique Meirelles (PSD-GO) como candidato ao Senado da chapa. Concretizada essa frente, o presidente do PSD, Rogério Kassab, pode fazer dois deputados federais em Goiás e o MDB pode acabar o jejum.

 

Meirelles esclarece

Para evitar possíveis conflitos futuros, o goiano de Anápolis e atual secretário de Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles, explicou a Rádio Sagres 730, que se filiou ao PSD-GO para ser candidato a senador e não ao governo de Goiás em 2022. E arrematou: “o convite que eu recebi foi no sentido de ser candidato a senador e foi esse o convite que eu aceitei”.

 

Carlos Honorato
pontofinal@carloshonorato.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
26 + 16 =