PG em “desencanto”

Parece que quem ainda tinha dúvida de que o ex-poderoso ministro da Economia, Paulo Guedes, era a reserva moral do governo Bolsonaro caiu na real. Ele é igual a todo o resto do governo. Acaba de fazer uma reforma no seu ministério para continuar no cargo, mas está sem apoio político. Só que em mais uma bobagem política atacou o governo chinês, mas pediu desculpas horas depois. Já tem bolsa de aposta de que PG não termina o ano no cargo. O mercado financeiro já vive um momento de “desencanto” com Guedes.

Complicação

A situação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, está se complicando cada vez mais. Duas notícia-crime do PDT e da Polícia Federal foi encaminhada pela ministra Cármen Lúcia (STF) para a Procuradoria-Geral da República. O PDT acusa Salles de tentar atrapalhar a fiscalização de órgãos do próprio Ministério do Meio Ambiente.

Só os culpados

Ao contrário do que vende o governo de Jair Bolsonaro, o relator da CPI da Covid, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), não pretende “tocar fogo” em nada. A ideia é apenas descobrir os erros e responsabilizar os culpados. Caso se consiga fazer isso já será uma “vitória” dizem alguns senadores da CPI.

Nova lei

O deputado distrital Eduardo Pedrosa (PTC-DF) acaba de emplacar mais uma lei – sancionada nesta quarta-feira (28) – que garante políticas de tratamento psicológico e psiquiátrico a transtornos decorrentes do isolamento social para o combate a pandemia. O parlamentar explica que “sabemos que o evento trágico da pandemia deve passar, contudo, os males emocionais não vão embora. Sentimentos e sintomas de sofrimento psíquico podem levar a transtornos graves que permanecem em muitas pessoas, por muitos anos”.

Origem de veículos

O deputado Robério Negreiros (PSD-DF) comemora aprovação pela Comissão do Consumidor da Câmara Legislativa do projeto que obriga as revendedoras de veículos usados e seminovos a informar se o veículo é oriundo de leilão, locadora, recuperado ou salvador de seguradora. O parlamentar explica que a ideia é dar maior segurança para o consumidor.

Imóveis

Cálculos de alguns empresários da área imobiliária de Brasília dão conta que existem mais de 1 milhão de metros quadrados de imóveis comerciais disponíveis para alugar no DF.

Indecisa

Jaqueline Silva

Alguns deputados da base governista na Câmara Legislativa acham que a deputada Jaqueline Silva (PTB-DF), que detém um bom espaço no GDF, precisa decidir se é integrante da bancada governista ou da oposição. Ninguém aguenta mais as idas e vindas da parlamentar na Câmara Legislativa.

CPI difícil

A história da CPI com oito assinaturas é coisa da “carochinha”. Todo mundo sabe que pelo regimento uma CPI como a do Iges-DF só será instalada prioritariamente com 13 assinaturas – a maioria absoluta dos deputados distritais, que está muito longe de acontecer. Só para refrescar a memória, a CPI da Saúde, que não foi instalada, passou por um processo parecido. Contava com 13 assinaturas e após a retirada de uma inviabilizou a sua instalação.

MDB-GO dividido

Todos os astros conspiram contra o MDB de Goiás e a cada disputa eleitoral reduz ainda mais seus quadros. ‘Rachou’ em 2018 quando os chamados ‘raízes’ abandonaram a candidatura do presidente da legenda, Daniel Vilela ao Governo de Goiás e apoiaram Ronaldo Caiado e, agora, caminha novamente para dividir mais uma vez.

Candidatura

O grupo liderado pelo prefeito de Aparecida de Goiânia – segundo maior colégio eleitoral de Goiás –, Gustavo Mendanha (MDB-GO) quer candidatura própria e uma parte apoia a reeleição de Ronaldo Caiado (DEM-GO) ao governo. Se continuar neste ritmo, vira mais um “nanico”.

 

Carlos Honorato
pontofinal@carloshonorato.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
8 × 17 =