Foto/Divulgação

Doações podem ser feitas até o dia 13 de julho

O Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado (Pátria Voluntária) começou, na sexta-feira (3), a campanha do agasalho. O objetivo é arrecadar mantas, cobertores, agasalhos e sandálias, para beneficiar pessoas em situação de rua. O projeto pretende atender cerca de 200 homens que hoje estão abrigados no Alojamento Provisório da Ceilândia, a cerca de 30 quilômetros (km) de Brasília.

Os pontos de coleta para as doações estão espalhados pela Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nas portarias dos ministérios, e também nas portarias do Palácio do Planalto. O período de coleta vai até 13 de julho.

O Programa Pátria Voluntária, coordenado pela Casa Civil da Presidência da República, tem por objetivo fomentar a prática do voluntariado, além de estimular o crescimento do terceiro setor. A plataforma do Pátria Voluntária está disponível para que organizações sociais promovam campanhas de doação financeira, e já conta com mais de 600 instituições cadastradas.

Podem ser doadas roupas femininas, masculinas, infantis, acessórios de inverno, calçados, cobertores, itens de cama, mesa e banho, de qualquer tamanho, em bom estado de conservação para o uso imediato. Para evitar propagação da covid-19 é recomendada que a doação ocorra em pacotes fechados ou sacos plásticos protegidos.

Ministro

Em sua conta no Twitter, o ministro das Comunicações, Fábbio Faria, destacou que o Programa Pátria Volutária completou um ano. Ele agradeceu a “todos que acreditam em um país mais solidário e inclusivo e que dedicam tempo e amor para ajudar o próximo” e disse que  “trabalho voluntário produz grandes inspirações e conquistas”.

 

Ouça na Radioagência Nacional:

* Com informações da Casa Civil da Presidência da República

 

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
18 − 1 =