Foto Joel Rodrigues / Agência Brasília

Intervenções são necessárias para garantir a fluidez do tráfego durante a construção do túnel na área central da cidade

Os desvios de trânsito construídos para a execução das obras do Túnel de Taguatinga entram em funcionamento a partir desta quinta-feira (23). A principal alteração será a interdição da Avenida Central para os carros que circulam no sentido Sol Nascente/Pôr do Sol – Plano Piloto. O fluxo no sentido contrário não sofrerá qualquer interdição.

Então, motorista, o tráfego no local ficará assim:

Trajeto sentido Plano Piloto: interditado para condutores que vêm do sentido Sol Nascente/Pôr do Sol. Eles precisarão usar rotas alternativas nas Avenidas Samdu e das Palmeiras, além do Pistão Norte, antes de retomarem a Estrada Parque Taguatinga.

Trajeto sentido Ceilândia: permanece como está.

A Avenida Central será liberada gradualmente de acordo com a conclusão dos serviços de escavação.

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília
Tesourinha do viaduto central receberá os motoristas que farão o desvio após a Avenida das Palmeiras em direção à EPTG. Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Ônibus

Os usuários do transporte público coletivo devem ficar atentos. Quem costuma embarcar no trecho que será interditado, no sentido Plano Piloto, deverá se dirigir às paradas que a Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) instalou na Avenida das Palmeiras. No sentido de volta, em direção a Ceilândia, não haverá alteração.

Assista ao vídeo para entender como vai funcionar o desvio: 

Obra do desvio

Todo o trabalho para a viabilização do túnel começou em maio na alça de acesso à EPTG pelo Pistão Norte, que foi alargada e ganhou mais uma faixa. Depois foi realizado o alargamento de alguns trechos da EPTG. A etapa seguinte se concentrou na Avenida das Palmeiras, que passa a ter sentido único (Sol Nascente/Pôr do Sol-Plano Piloto) durante toda a construção do túnel – este com previsão de conclusão para 2022.

A obra dos desvios incluiu também terraplanagem, pavimentação, instalação de sinalização de trânsito horizontal e vertical, limpeza de camada vegetal e supressão arbórea em trechos do Pistão Norte, da Avenida das Palmeiras e no acesso à Avenida Samdu Norte.

“Queremos garantir a fluidez do tráfego e a segurança de todos durante a execução dos serviços do túnel. São mais de 135 mil veículos que circulam pela região”, afirma o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

O túnel

O consórcio Novo Túnel é responsável por executar as obras. Os recursos são oriundos de contrato de financiamento firmado pelo GDF com a Caixa Econômica Federal.

Com investimento de R$ 275,7 milhões e previsão de entrega para fevereiro de 2022, o túnel fará uma ligação subterrânea para quem segue para Sol Nascente/Pôr do Sol, pela via Elmo Serejo, além de oferecer uma via alternativa pela superfície para o Centro de Taguatinga.

Isso evitará a retenção de veículos nos semáforos do centro de Taguatinga. “Com a conclusão da obra, os carros que estiverem na Avenida Elmo Serejo, sentido Plano Piloto, vão mergulhar pelo túnel e sair na Estrada Parque Taguatinga (EPTG)”, explica o engenheiro Ricardo Terenzi, subsecretário de acompanhamento e fiscalização de obras da secretaria.

Do outro lado, aqueles que chegarem a Taguatinga pela EPTG também passarão por ele até o início da Via Estádio, saindo logo após o viaduto da Avenida Samdu. Vias marginais darão acesso às Avenidas Comerciais e Samdu Sul e Norte.

 

A grandiosidade da obra 

⇒ Valor: R$ 275,7 milhões (R$ 275.744.558,87)

⇒ Extensão do túnel: 1.010 metros, dos quais 180 metros no trecho de emboque e 830 metros cobertos

⇒ Volume de concreto que será utilizado: 90 mil metros cúbicos

⇒ Quantidade de aço que será utilizado: 8 milhões de quilos

⇒ Contenções em parede diafragma: 65 mil metros quadrados

⇒ Escavação subterrânea: 160 mil metros cúbicos

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
12 − 5 =