Proporcionalmente, o Distrito Federal é o que mais vacina no país, com 12,9% da população acima dos 18 anos já tendo tomado a primeira dose

 

Empenhado em agilizar a imunização de toda a população contra o novo coronavírus, o Governo do Distrito Federal (GDF) manterá a vacinação dos profissionais de saúde e da população a partir dos 67 anos, nesta quinta-feira (1º), que é ponto facultativo para algumas áreas do GDF.

A decisão foi anunciada pelo secretário de Saúde, Osnei Okumoto, em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (31), no Palácio do Buriti, com a realização também de vacinação no feriado e no fim de semana. Nesse caso, os horários e os pontos de vacinação ainda serão definidos pelo Comitê de Vacinação do DF nesta quinta-feira (1º).

Ainda esta semana, o DF receberá mais 100 mil doses de vacinas do governo federal. Elas serão aplicadas para garantir o ciclo de imunização dos cidadãos que já receberam a primeira dose

Ainda esta semana, o DF receberá mais 100 mil doses de vacinas do governo federal. Elas serão aplicadas para garantir o ciclo de imunização dos cidadãos que já receberam a primeira dose. O aumento da carga de imunizantes destinada semanalmente ao Distrito Federal — que geralmente é de 40 mil doses — é fruto de uma articulação da Secretaria de Saúde com o Ministério da Saúde.

O Distrito Federal é o ente federativo que mais vacina a população, proporcionalmente. Das pessoas que estão aptas à vacinação, ou seja, acima dos 18 anos, 12,9% já receberam pelo menos a primeira dose.

Mais vagas

O governo do DF tem trabalhado para diminuir a taxa de ocupação de leitos em unidades de Terapia Intensiva (UTIs) com a oferta de novas vagas nos hospitais distritais. Atualmente são 889 leitos de UTI nas redes pública e privada. Nessa terça-feira (30), foram abertas dez novas vagas no Hospital de Base. Nesta sexta-feira (2/4) serão mais 20 no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e. na próxima semana (7/5), outras 8 no Hospital Universitário de Brasília (HUB).

O número de leitos públicos de enfermaria também será ampliado: 24 no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e 30 também no HRSM a partir de 7 de abril.

Em meio às medidas de restrição de circulação e controle do contágio do vírus, o índice de transmissibilidade tem se mantido estável nos últimos dias, ficando abaixo de 1. Nessa terça-feira (30), a taxa registrada foi de 0.93. O número de novos infectados e o de casos ativos também têm apresentado queda, o que não reflete ainda em tranquilidade nem afrouxamento das medidas de prevenção e segurança.

Agência Brasília

 

► www.brasiliaagora.com.br
► twitter.com/brasilia_agora
► facebook.com/BsBAgora
► instagram.com/brasiliaagora
► e-mail: bsbagora@gmail.com

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
18 × 3 =