Brasília Agora


COLUNAS

Economia$Capital

3 de junho, 2021

Abriu, mas ainda está difícil A parcela dos empresários do setor de bares e restaurantes com dificuldades para pagar salários ainda é alta, apesar da […]

Economia$Capital

Abriu, mas ainda está difícil

A parcela dos empresários do setor de bares e restaurantes com dificuldades para pagar salários ainda é alta, apesar da melhora em relação a abril: quase metade (49%) teve problemas para o pagamento do salário vencido em 5 de maio, contra 91% no mês passado. Os resultados foram coletados pela Abrasel.

Abriu, mas ainda está difícil II

A ansiedade por crédito com taxas mais baixas e condições especiais fica evidente na pesquisa: 74% dos empreendedores (ou seja, três em cada quatro) dizem que farão um empréstimo do Pronampe quando o programa for reaberto. A grande maioria dos respondentes (88%) enquadra-se na categoria de micro ou pequena empresa.

Abriu, mas ainda está difícil III

A pesquisa também mostra desdobramentos da demora na publicação das medidas provisórias que permitem a redução de jornada ou suspensão de contrato de funcionários. Dos entrevistados, 75% dizem ter demitido funcionários nos primeiros meses do ano. E o pior, não chega à metade os que pretendem colocar empregados em redução de jornada (44%) ou pensam em aplicar a suspensão de contrato (42%).

Gado sadio

A campanha de vacinação contra febre aftosa foi prorrogada no Distrito Federal. O prazo de compra da vacina e imunização dos animais foi estendido até o dia 12 de junho. Nesta etapa da campanha os bovinos e bubalinos de todas as idades devem ser imunizados.

Escola reaberta

Em comemoração ao Mês da Indústria, foi reinaugurada a escola do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) no Setor de Indústrias Gráficas. A nova escola, chamada Senai Brasília, oferecerá cursos de educação profissional para a indústria 4.0, em áreas como a de Tecnologia da Informação e de Gráfica e Mídias Impressas e Digitais, além de formações tecnológicas em diversos setores.

Lojas mais cheias

No mês de abril, o fluxo de pessoas cresceu 538,2% nas lojas físicas do País em relação a abril de 2020. Nos shopping centers, o aumento foi de 452,4%. Os pontos de venda estabelecidos nesses centros de compra tiveram o maior salto, com 3.158,1% a mais de consumidores, enquanto os localizados em ruas viram o fluxo subir 215,9%. O levantamento é do Índice de Performance do Varejo (IPV), feito em conjunto pela FX Data Intelligence em parceria com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC).

Industria tem queda

Em abril de 2021, a produção industrial nacional caiu 1,3% frente a março de 2021 (série com ajuste sazonal), terceira queda seguida, com perda de 4,4% no período. , as influências negativas mais importantes vieram de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis  e pela de alimentos.

Juros nas alturas

Os juros do cheque especial subiram em abril, de acordo com as Estatísticas Monetárias e de Crédito divulgadas pelo Banco Central (BC). A taxa chegou a 124,5% ao ano, após subir 2,2 pontos percentuais em relação a março. A taxa média do rotativo do cartão de crédito subiu 0,7 ponto percentual para 335,3% ao ano.

 

[email protected]