Brasília Agora
Brasília Agora


SAÚDE

Golden Cross oficializa pedido, e ANS autoriza suspensão de venda de planos de saúde da empresa a partir de 10 de julho

19 de junho, 2024 / Por: Agência O Globo

Suspensão da comercialização não afeta beneficiários da operadora, uma vez que contratos vigentes não serão cancelados

Golden Cross oficializa pedido, e ANS autoriza suspensão de venda de planos de saúde da empresa a partir de 10 de julho
ANS autoriza suspensão de venda de planos de saúde da Golden Cross — Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A Golden Cross registrou na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) a solicitação para interromper a comercialização de 114 de 143 planos de saúde a partir de 10 de julho. A operadora já havia comunicado a suspensão da venda ao mercado, mas a agência reguladora ainda não havia confirmado o recebimento do pedido.

Segundo a ANS, a suspensão da comercialização dos planos não vai afetar os atuais beneficiários da operadora, uma vez que os contratos vigentes não serão cancelados. A restrição é apenas em relação à venda de novos produtos.

Ainda de acordo com a agência, a partir de 10 de julho, a empresa continuará com 29 planos ativos para comercialização — 17 odontológicos e 12 médico-hospitalares. Segundo a ANS, no entanto, nada impede que a Golden Cross possa pedir a suspensão de venda desses produtos a qualquer momento.

Rede credenciada

A Golden Cross anunciou recentemente uma parceria com a Amil para uso da rede credenciada. Não se trata, porém, de transferência de carteira. A Golden Cross continua sendo a responsável pela assistência a seus clientes.

Segundo a ANS, apesar de o uso de rede de uma operadora por outra ser permitido, sem a necessidade de autorização da agência reguladora, é preciso que a empresa comunique a mudança ao órgão. Por isso, a Golden Cross foi notificada.

“Como a Golden Cross havia informado à ANS atuar apenas com rede direta, seja para prestadores hospitalares e não hospitalares, ela deve fazer essa alteração no seu registro junto à reguladora para utilizar a rede da Amil (rede indireta)”, informou a ANS.

Essa mudança deve ocorrer a partir de 1º de julho.

“Assim, considerando a informação de que a parceria em questão se iniciará no dia 1º/7, a operadora deverá, a partir desta data, providenciar os devidos ajustes na sua rede assistencial informada à ANS, para, então, poder utilizar a rede da Amil”, completou o órgão.

O que diz a Golden Cross

Procurada, a Golden Cross esclareceu, em nota, que “em relação às alterações a serem promovidas nos sistemas da ANS, em razão da parceria com a operadora Amil, a empresa está alinhada com os prazos regulatórios, conforme mencionado, inclusive, nas orientações publicadas pela ANS em seu site no último dia 18/06”.


BS20240619171725.1 – https://extra.globo.com/economia/noticia/2024/06/golden-cross-oficializa-pedido-e-ans-autoriza-suspensao-de-venda-de-planos-de-saude-da-operadora-a-partir-de-10-de-julho.ghtml