Brasília Agora


BRASÍLIA

Vicente Pires comemora 12 anos com qualidade de vida

25 de maio, 2021

GDF investe R$ 540 milhões em infraestrutura e oferece dignidade para mais de 100 mil moradores. Agência Brasília produziu 9 vídeos em comemoração Pela primeira […]

Vicente Pires comemora 12 anos com qualidade de vida
Foto: Paulo H. Carvalho/ Agência Brasília

GDF investe R$ 540 milhões em infraestrutura e oferece dignidade para mais de 100 mil moradores. Agência Brasília produziu 9 vídeos em comemoração

Pela primeira vez em doze anos, Vicente Pires pode, enfim, comemorar as obras que a transformaram numa grande cidade com qualidade de vida para os seus mais de 100 mil habitantes. Nos últimos dois anos, o Governo do Distrito Federal (GDF) pavimentou 130 quilômetros de vias, instalou 110 quilômetros de calçadas e 260 quilômetros de meios-fios além de instalar mais de 128 quilômetros de redes pluviais.

Nos últimos dois anos, o Governo do Distrito Federal (GDF) pavimentou 130 quilômetros de vias, instalou 110 quilômetros de calçadas e 260 quilômetros de meios-fios além de instalar mais de 128 quilômetros de redes pluviais | Foto: Paulo H Carvalho/Agência Brasília

Somadas, as obras geraram 628 quilômetros de novas estruturas. O que renderia, em distância, mais de três viagens a Goiânia (GO), por exemplo. Uma infraestrutura visível aos olhos da população e traduzida em grandes números. São R$ 540 milhões em investimentos e mais de 1,2 mil empregos gerados.

Para o governador Ibaneis Rocha, investir na cidade sempre foi uma prioridade desde o início de sua gestão.

“Vicente Pires ficou abandonada por muito tempo. Nós recuperamos os projetos estruturantes, tão essenciais para o desenvolvimento da cidade. Hoje ela tem outra cara, bem diferente da situação que recebemos, e a população reconhece os esforços do governo. Fizemos obras necessárias para essa cidade de povo tão acolhedor”, avalia.

A Rua 4,uma das principais avenidas da cidade, já está com o sistema de drenagem, pavimentação, calçadas e meios-fios concluídos | Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Além de tudo o que o GDF já entregou em infraestrutura, os moradores da cidade vão ganhar mais presentes de aniversário: a ponte da Rua 4, que fará a conexão com a Avenida da Misericórdia, e outra sobre o Córrego Vicente Pires, situada entre a via marginal da Estrada Parque Ceilândia (DF-095) com destino à Estrada Parque Vale (DF-087). Quando concluídas, as duas obras vão atender a mais de 25 mil motoristas por dia na região.

“Os problemas mais graves foram resolvidos. Hoje é mais fácil percorrer a cidade e ver calçadas em boas condições, meios-fios e pistas. É uma cidade com urbanização avançada. Há coisas em fase inicial, mas perto do que recebemos a cidade em 2019, a situação está muito melhor”, avalia o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

Juntamente com a urbanização, a população da cidade vai ganhar um reforço importante para a saúde pública, que tem sido considerada a cereja do bolo nas obras da cidade: a primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Vicente Pires, que terá capacidade para realizar até 4,5 mil atendimentos por mês. Localizada na Rua 10, as obras ultrapassam os 50% de execução.

“É um momento de virada na história de Vicente Pires”, resume o administrador regional, Daniel de Castro. “A cidade ficou quase 10 anos sem praticamente nada, e em dois anos e quatro meses pudemos realizar uma transformação dessa magnitude. Isso gerou uma outra autoestima para a população, que estava baixa, o comércio voltou e está pujante, tudo isso por conta desse pacote de obras”.

Morador de Vicente Pires há 21 anos, o cirurgião-dentista Ernani Dias Carneiro, de 60 anos, reconhece a evolução da cidade.

“Essas obras estão sendo fundamentais porque era muita terra, era muita lama, e esse governo realmente tem uma capacidade de administrar, e isso faz muita diferença. Os outros não tiveram interesse e vontade de iniciar as regularizações, iniciar as obras. A diferença é a vontade de administrar. Quando entra para ser governador ou administrador, tem que fazer a diferença, e estão fazendo a diferença mesmo. Só tenho a agradecer, é só olhar o que está sendo executado”, elogia.

Benfeitorias de todos os tamanhos

O cuidado com o Vicente Pires extrapola as grandes entregas e também é visto no dia a dia da cidade. Foram instalados cerca de 80 quebra-molas e 20 faixas de pedestres, ajudando a promover um trânsito mais seguro para motoristas e transeuntes. Além disso, outras 100 vagas de estacionamento foram criadas.

Pelas ruas da cidade, mais de três mil lixeiras foram instaladas, se unindo à coleta seletiva do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) como maneiras de viabilizar um ambiente mais bem cuidado e organizado. Reforçando as obras de drenagem, 24 bacias de contenção e 86 dissipadores foram instalados para auxiliar a dar vazão às águas pluviais.

A Rua 7 não será mais um problema quando chover. Recebeu asfalto novo, bocas de lobo e meios-fios  | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

O incremento na infraestrutura aliado à resposta eficiente do GDF a diversas situações já começa a dar resultado: de acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, os casos de dengue em Vicente Pires apresentaram uma redução de 92,5% do ano passado para este (100 casos em 2021 contra 1.340 em 2020).

A questão fundiária também foi foco de ação em Vicente Pires: em outubro de 2020, um protocolo de intenções assinado entre o GDF e o Governo Federal iniciou o processo de regularização de moradias dos trechos II e IV da região administrativa, uma medida que pode atingir até 237 mil pessoas.