Equipe não pôde viajar à Europa por proibições impostas pela covid-19

A Seleção Brasileira de Polo Aquático vai viajar à Holanda na segunda-feira (8) para participar no torneio pré-olímpico da modalidade. A confirmação veio nesta sexta-feira (5) através de um acordo do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) com o governo holandês.

Foto:DivulgaçãoAs autoridades do países europeu concederam uma carta especial de entrada à equipe nacional no território da Holanda. A autorização foi necessária depois da equipe verde e amarela ter sido barrada no embarque à Alemanha no sábado (30). O anúncio da proibição do embarque foi feito quando o grupo já estava no Aeroporto Internacional do Galeão no Rio de Janeiro. O voo ainda tinha uma escala prevista em Lisboa antes de chegar na Alemanha, onde o Brasil faria a etapa final de preparação para o classificatório olímpico.

As restrições, causadas pela pandemia do novo coronavírus (covid-19) e o surgimento de novas variantes do vírus, começaram no dia 29, quando o governo português anunciou a proibição de voos tendo o Brasil como origem ou destino. Depois do país ibérico, outras nações europeias também proibiram a entrada de brasileiros.

O Pré-Olímpico de Polo Aquático está previsto para ocorrer entre os dias 14 e 21 de fevereiro em Roterdã, na Holanda. Doze seleções participarão do torneio, que dará três vagas à Olimpíada de Tóquio. O grupo da equipe nacional tem Turquia, Geórgia, Montenegro, Grécia e Canadá. Os quatro primeiros da chave avançam às quartas de final. Nesta fase, os confrontos serão contra seleções do outro grupo, que tem Holanda, Alemanha, Croácia, Romênia, França e Rússia.
Antes da estreia no classificatório olímpico, o time do técnico André Avallone fará quatro amistosos contra a seleção da Holanda na cidade de Zeist.

 

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
28 × 3 =