Alegria de Arruda durou pouco

José Roberto Arruda teve pouco tempo para sorrir. O ministro Gurgel de Faria, relator do processo de inelegibilidade, revogou a liminar que, por alguns dias, devolveu os direitos políticos do ex-governador. Condenado por improbidade administrativa, Arruda vai ficar fora de mais uma eleição. O ministro Gurgel entendeu que o pedido da defesa já havia sido negado duas vezes e que a solicitação de liminar com nova tutela provisória foi inadequada.

Duplamente condenado

Arruda foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) em segunda instância, por ter subornado a ex-deputada federal Jaqueline Roriz e o marido, Manoel Neto, em 2006. A mesma corte condenou o ex-governador em outro processo, por prejuízo aos cofres públicos em esquema de corrupção que superfaturou contratos com empresas de informática.

Só vai poder pedir votos

Na convenção conjunta que colocou Arruda entre os nomes que disputariam uma vaga de deputado federal, o então candidato disse que estava voltando para a política depois de 12 anos para ajudar a eleger Flávia Arruda no Senado – “é a vez dela!”, disse ao auditório superlotado. Vaiado pelos apoiadores do deputado distrital Rafael Prudente, que é candidato a federal, Arruda está novamente limitado a pedir votos.

Dificuldade para outros partidos

A convenção que sacramentou a candidatura à reeleição do governador Ibaneis Rocha criou um problema para os partidos que ainda não fizeram suas respectivas reuniões para conformação de chapas. Milhares de pessoas mostraram a força do grupo formado por MDB, PP e PL e outros partidos que, embora tenham feito convenções separadas, estão na grande coligação formada no apoio ao governador. Fica difícil superar a mobilização alcançada.

Convenção bem acanhada

A primeira vítima foi o PSB, partido do ex-governador Rodrigo Rollemberg, que fez um acanhado encontro do pequeno auditório da Câmara Legislativa do DF para reafirmar a candidatura de Rafael Parente ao GDF e definir as nominatas para deputados federais e distritais. Foi apenas uma reunião de diretórios, assinaturas e discursos para convertidos.

O dilema do PSD

Este também é o desafio do PSD de Paulo Octávio, que tem convenção marcada para a próxima sexta-feira, dia 5, data final para a realização desses eventos, antes do registro das chapas no TRE. O partido deve optar por um evento discreto, interno, com pouca badalação, até porque parte significativa do partido está fechada com o governador Ibaneis Rocha, especialmente Robério Negreiros e Cláudio Abrantes, os dois mais fortes candidatos à Câmara Legislativa do DF.

Perde o amigo, mas…

Não perde a piada. Durante a convenção do MDB, PP, PL, o clima era de empolgação e descontração. O presidente do PMN, Lucas Kontoyanes, ao ver o ex-deputado federal Alberto Fraga entrar num dos recintos ao lado do palco principal, não perdeu tempo: “E aí, Fraga, já começou a pedir voto para o Ibaneis?”! Fraga, desafeto do governador, embora aliado como candidato a federal pelo PL, meio sem jeito não deixou sem resposta. “Pra você ver como é a vida…”, disse.

Lugares comuns

Eleição é tempo de frase feita. Difícil encontrar um candidato que tenha algo de original a dizer, mas tem gente que exagera. Candidato ao GDF pelo PSB, Rafael Parente tentou responder porque estava entrando na disputa: “Eu me preparei para isso a vida toda…”. E lembrar que isso veio da boca de quem até pouco tempo nem morava em Brasília.

Um novo espaço cultural

Brasília ganha a partir de hoje um espaço cultural inteiramente novo, com a revitalização do Teatro Plínio Marcos, que fiz atrás da Torre de TV. O teatro foi inteiramente remodelado e agora faz parte do acervo da Secretaria de Cultura do DF. Para a inauguração, será apresentada a ópera Carmen, de Georges Bizet, com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional, regência do maestro Cláudio Cohen. Em cena, estarão Marina Melaranci (Carmen), Franklin Sagredo (Don José), Manuel Korossy (Micaela) e Tiago Kaltenbacher (Escamillo). A entrada é gratuita e por ordem de chegada. O espetáculo começa às 20h.

 

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
18 − 16 =