Pandemia de covid-19 levou ao cancelamento da edição 2020 da prova

Um número limitado de 33 mil corredores voltará, em novembro, à linha de partida para a largada da 50ª Maratona de Nova York, após o cancelamento da edição do ano passado por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Foto: divulgação TCSNYC Marathon e Luciana Guilliod.

O evento anual, que atrai milhares de torcedores empolgados à cidade norte-americana, acontecerá no dia 7 de novembro.

“A maratona da cidade de Nova York é uma lembrança de que os nova-iorquinos podem conseguir tudo, com persistência, trabalho duro e apoio da comunidade”, afirmou o prefeito da cidade, Bill de Blasio, em nota.

“Enquanto construímos a recuperação juntos, não há momento melhor para nos reconectarmos em segurança com os eventos icônicos que tornam a nossa cidade ainda maior”, declarou o político.

A prova de 42,2 quilômetros, que normalmente representa a última das seis Majors da Abbott World Marathon (as principais provas da modalidade) a cada ano, é altamente popular com os corredores amadores e profissionais, e registrou um recorde de 53.627 atletas que cruzaram a linha de chegada em 2019, na última vez em que foi disputada.

A New York Road Runners, que promove o evento anualmente, afirmou que os atletas precisarão apresentar um teste negativo de covid-19 ou certificado de vacinação, e precisarão aderir às orientações do Governo sobre viagens e quarentena.

Os organizadores planejam utilizar um “formato controlável e escalável de marcação de tempo” para reduzir aglomerações na largada e na chegada.

 

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
24 − 3 =