Nave lançada neste sábado no Cabo Canaveral  viajará por 12 anos para colher mais dados sobre a formação do sistema solar

A Nasa, agência espacial americana, lançou na manhã deste sábado (16) a missão Lucy que tem como objetivo estudar asteróides de Júpiter e colher mais informações sobre a formação do sistema solar. O foguete Atlas V decolou às 9h34 (6h34 no Brasil) do Cabo Canaveral, na Flórida, para uma viagem de 12 anos.

Missão Lucy é enviada pela Nasa para Júpiter para estudar asteróides

BILL INGALLS/NASA/DIVULGAÇÃO

Lucy tem como missão estudar os “asteróides troianos”. Os pesquisadores da Nasa acreditam que esses asteróides que estão na órbita de Júpiter, sejam remanescentes do material que sobrou na formação dos planetas do sistema solar há mais de 4 bilhões de anos. Segundo informações da Nasa, “esses corpos primitivos contêm pistas vitais para decifrar a história do sistema solar.”

Ao visitar os troianos, a Lucy ajudará os cientistas a entender melhor a formação dos planetas do Sistema Solar e como eles foram parar onde estão hoje (Imagem: Reprodução/NASA)

.Essa é a primeira missão a estudar esses asteróides e o nome Lucy não foi escolhido por acaso. A missão leva o nome do ancestral humano fossilizado (chamado de “Lucy” por seus descobridores) e o esqueleto forneceu informações sobre a evolução da humanidade. Da mesma forma, a missão Lucy pretende revolucionar o conhecimento sobre as origens planetárias e a formação do sistema solar.

Fonte: TECNOLOGIA E CIÊNCIA | Karla Dunder do R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
20 + 7 =