Centenas de manifestantes incendiaram carros

Duas pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas a um hospital na cidade holandesa de Rotterdam, neste sábado, após disparos feitos pela polícia durante um violento protesto contra medidas de combate à Covid-19, de acordo com as autoridades.

Protesto contra medidas antipandemia nas ruas de Roterdã, na Holanda

Segundo a polícia, ao menos 20 pessoas foram detidas até o momentoFoto: imago images/ANP

Centenas de manifestantes incendiaram carros, soltaram fogos de artifício e atiraram pedras contra a polícia durante os protestos na noite de sexta-feira. A polícia respondeu com tiros de advertência e canhões d’água.

A polícia de Rotterdam disse no Twitter, neste sábado, que 51 pessoas foram presas, e metade delas tinha menos de 18 anos. “Dois manifestantes ficaram feridos ao serem atingidos por balas e permanecem no hospital”, acrescentou a polícia.

Protesto contra medidas antipandemia nas ruas de Roterdã, na Holanda

O prefeito da cidade, Ahmed Aboutaleb, disse que o protesto se transformou em “uma orgia de violência”.

“A polícia foi forçada a sacar suas armas e até mesmo fazer disparos diretos”, disse ele durante uma coletiva de imprensa neste sábado.

Atos violentos deixaram ao menos 51 presos
Atos violentos deixaram ao menos 51 presos

Foto: ANSA / Ansa – Brasil

O ministro da Justiça holandês, Ferd Grapperhaus, disse em comunicado que a “violência extrema” contra a polícia e os bombeiros em Rotterdam foi “repulsiva”.

 

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
17 × 13 =