Brasília Agora
Brasília Agora


BRASÍLIA

Farmácias de Alto Custo funcionam neste sábado (31)

30 de outubro, 2020

Apesar do feriadão, as três unidades atenderão das 7h às 12h As farmácias de alto custo da Asa Sul, do Gama e da Ceilândia vão […]

Farmácias de Alto Custo funcionam neste sábado (31)
Foto: Renato Araújo/Agência Brasília.

Apesar do feriadão, as três unidades atenderão das 7h às 12h

As farmácias de alto custo da Asa Sul, do Gama e da Ceilândia vão funcionar normalmente neste sábado (31), das 7 às 12 horas, mas ficam fechadas na segunda-feira (2), no feriado de Finados, voltando a abrir na terça-feira (3), segundo informou nesta sexta-feira (30) a Secretaria de Saúde. As três unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados, das 7h às 12h. Atualmente, 33 mil usuários estão cadastrados no programa Farmácias do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAFs), as populares Farmácias de Alto Custo.

Todas as medidas preventivas contra a Covid-19 estão sendo adotadas nas três unidades. Para evitar aglomerações, o atendimento é feito por meio de senhas com hora marcada. As senhas são limitadas e distribuídas de segunda à sexta-feira em dois turnos: pela manhã, a distribuição começa às 7 horas; e à tarde, a partir das 12 horas.

Outras medidas de segurança: o número de pessoas dentro das farmácias também é limitado para que seja respeitado o distanciamento entre os usuários; disponibilização de álcool em gel para servidores e usuários; limpeza permanente de todos os ambientes das farmácias. Além disso, alguns medicamentos são entregues em quantidade suficientes para dois ou três meses, o que prolonga o tempo de retorno à farmácia. Cada usuário pode cadastrar até cinco pessoas para retirar os medicamentos.

O processo de solicitação dos remédios também foi flexibilizado. Quando a solicitação é feita pela primeira vez, os documentos podem ser enviados via e-mail. Já as renovações habituais podem ser executadas de forma automática, sem necessidade de apresentação de receita e do Laudo de Medicamento Especializado (LME), com exceção dos medicamentos sujeitos a controle especial. As alterações no tratamento (inclusão de medicação ou aumento de dosagem) também se dão de forma automática quando o usuário solicitar.

* Com informações da Secretaria de Saúde